MDB vai lançar documento com propostas para as eleições

Um dos caciques do MDB defendeu, inclusive, que o evento de lançamento do "Encontro com o Futuro" seja usado para lançar Meirelles como pré-candidato do partido

Presidente Temer e Henrique Meirelles Presidente Temer e Henrique Meirelles  - Foto: Pedro Ladeira/Folhapress

O MDB vai lançar na próxima terça-feira (22) o documento "Encontro com o Futuro", com propostas da sigla para o país. O objetivo da cúpula do partido é apresentar as diretrizes que serão seguidas na campanha eleitoral da legenda, ainda coberta de indefinições.

O documento é uma espécie de continuação do "Ponte para o Futuro", lançado em outubro de 2015, antes do impeachment da então presidente Dilma Rousseff.
O texto de 2015 trazia uma análise conjuntural do país e estabelecia metas a serem cumpridas. Ele foi usado como base para o governo do presidente Michel Temer, que assumiu o comando do Palácio do Planalto em maio de 2016.

Entre os pontos do texto, estavam a defesa de um limite para as despesas públicas, colocado em prática com a aprovação da PEC do teto de gastos. Outra prioridade -esta não cumprida- era a reforma da Previdência.

Leia também:
Senadores do MDB pressionam Temer a anunciar que não será candidato
Fachin determina abertura de inquérito contra senadores do MDB

O novo documento será lançado em meio a disputas internas do partido para definir qual posição será tomada em relação à corrida presidencial deste ano. Entre as possibilidades para a corrida presidencial estão colocados os nomes do ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles, do presidente Michel Temer e também o não lançamento de nenhum nome. O senador Roberto Requião (PR) também anunciou que pretende colocar seu nome para a disputa.

Na quarta-feira (16), membros da bancada do partido no Senado cobraram que Temer anuncie logo que não será candidato à reeleição. A bancada fez uma espécie de sabatina com Henrique Meirelles. A avaliação é que o ex-ministro da Fazenda tem mais condições de ser o nome do partido para a Presidência. Outra alternativa viável seria não lançar ninguém e compor com outra sigla.

Um dos caciques do MDB defendeu, inclusive, que o evento de lançamento do "Encontro com o Futuro" seja usado para lançar Meirelles como pré-candidato do partido. O aviso do lançamento do documento é assinado pelo presidente do MDB, senador Romero Jucá (RR), e pelo presidente da Fundação Ulysses Guimarães, ministro Moreira Franco.

O comunicado traz em negrito o aviso de que o lançamento contará com a presença do presidente Michel Temer. Na ocasião, será feita a apresentação do documento inicial para ser discutido com os presidentes de diretórios estaduais e a executiva do partido.

Veja também

Prefeito do Recife, João Campos, testa positivo para Covid-19
Coronavírus

Prefeito do Recife, João Campos, testa positivo para Covid-19

Tribunal abre brecha para reduzir pena tricentenária de Sérgio Cabral
Política

Tribunal abre brecha para reduzir pena tricentenária de Sérgio Cabral