Messer deixa carceragem da PF e vai para Cadeia Pública no Rio

Doleiro foi preso nesta quarta-feira (31) em São Paulo

Dario MesserDario Messer - Foto: Reprodução/Facebook

O doleiro Dario Messer já foi transferido da carceragem da Polícia Federal (PF), no Rio, para a Cadeia Pública José Frederico Marques, em Benfica, onde é feito o ingresso de presos no sistema penitenciário do Rio. De manhã, o doleiro fez exame de corpo de delito no Instituto Médico-Legal (IML). De Benfica, Messer seguirá para o Complexo Penitenciário de Gericinó, para onde são levados todos os presos da Lava Jato no Rio de Janeiro.

Conhecido como "doleiro dos doleiros", Messer foi preso na quarta-feira (31) às 16h40, em um condomínio de luxo no bairro dos Jardins, em São Paulo. À noite, o doleiro seguiu para a Superintendência da PF, na zona portuária. Ele estava foragido da Justiça desde maio do ano passado.

Leia também:
PF contradiz Moro e afirma que destruição de mensagens depende da Justiça
Prisão de hackers pressiona Lava Jato e testa PF sob Moro


Messer responde a vários processos abertos desde o fim da década de 1980. Ele é acusado de movimentar cerca de R$ 6 bilhões de forma suspeita para empresários e políticos, entre os quais o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral.

A ordem de prisão do doleiro foi expedida em maio de 2018, dentro da Operação Câmbio Desligo, conduzida pelo juiz Marcelo Bretas, titular da 7ª Vara Federal Criminal do Rio.

Veja também

Chilenos pausam protestos e vão às urnas em massa em plebiscito histórico
Plebiscito

Chilenos pausam protestos e vão às urnas em massa em plebiscito histórico

Ministério Público investiga obras de estradas do governo Doria
Justiça

Ministério Público investiga obras de estradas do governo Doria