Política

Michel Temer se entrega à Polícia Federal

Local que Temer e o coronel Lima ficarão presos será decidido pela juíza federal substituta da 7ª Vara Federal Criminal, Caroline Figueiredo

Ex-presidente Michel TemerEx-presidente Michel Temer - Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O ex-presidente da República Michel Temer se apresentou na tarde desta quinta-feira (9) à Polícia Federal. O Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2) pediu nessa quarta-feira (8) a suspensão dos habeas corpus do medebista e do coronel João Baptista Lima Filho que os mantinham em liberdade.

O local que Temer e o coronel ficarão presos será decidido pela juíza federal substituta da 7ª Vara Federal Criminal, Caroline Figueiredo. O advogado do ex-presidente, Eduardo Pizarro Carnelós, deverá recorrer ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) nesta quinta.

Leia também:
Michel Temer e Moreira Franco são presos pela Lava Jato
'Vou para o enfrentamento público e não existe crime de amizade', diz Temer em entrevista

Temer e coronel Lima haviam sido presos em 21 de março, durante a Operação Descontaminação, por ordem do juiz Marcelo Bretas e foram libertados no dia 25 do mesmo mês por decisão liminar provisória do desembargador Antonio Ivan Athié, do TRF2. A investigação diz respeito às obras da usina nuclear de Angra 3, operada pela Eletronuclear, em que teria havido desvios de R$ 1,8 bilhão. A acusação é pelos crimes de corrupção, peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

Veja também

Caso Marielle: delegado alega falta de provas contra ele em novo pedido a Moraes para deixar prisão
investigação

Caso Marielle: delegado alega falta de provas contra ele em novo pedido a Moraes para deixar prisão

"Quanto mais impunes, mais ousados", diz Marcelo Freixo sobre plano para matá-lo com tiro de sniper
depoimento

"Quanto mais impunes, mais ousados", diz Marcelo Freixo sobre plano para matá-lo com tiro de sniper

Newsletter