Ministros esperam que Toffoli casse ainda hoje liminar de Marco Aurélio

Nos bastidores, ministros avaliam que Toffoli deve revogar a medida assim que receber um pedido de suspensão da liminar dirigido ao presidente

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias ToffoliO presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli - Foto: Valter Campanato / Agência Brasil

Ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) esperam que o presidente da corte, Dias Toffoli, casse ainda nesta quarta-feira (19) a liminar de Marco Aurélio a favor da soltura de presos condenados em segunda instância.

Leia também
PGR estuda recorrer da decisão de Marco Aurélio
Decisão de Marco Aurélio impacta no meio político
'Equivocada e isolada', diz Dallagnol sobre decisão de Marco Aurélio


Nos bastidores, eles avaliam que Toffoli deve revogar a medida assim que receber um pedido de suspensão da liminar dirigido ao presidente. A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, já informou que estuda recurso à decisão de Mello.

"Embora ainda não tenha sido intimada da decisão, a procuradora-geral já analisa, juntamente com a equipe, as medidas judiciais cabíveis. A procuradora-geral destaca que o início do cumprimento da pena após decisões de cortes recursais é compatível com a Constituição Federal, além de garantir efetividade ao Direito Penal e contribuir para o fim da impunidade e para assegurar a credibilidade das instituições, conforme já sustentou no STF", diz nota divulgada pela assessoria da PGR.

Veja também

Rachado entre aliados e opositores de Bolsonaro, PSL filia vereador e abre caminho para MBL
Partido

Rachado entre aliados e opositores de Bolsonaro, PSL filia vereador e abre caminho para MBL

Relator pede afastamento de Daniel Silveira por gravação de reunião
Política

Relator pede afastamento de Daniel Silveira por gravação de reunião