Moro é eleito uma das 50 personalidades dos anos 10 pelo Financial Times

O jornal lembra que Moro se tornou ministro da Justiça do presidente Jair Bolsonaro

O ministro Sergio Moro (Justiça)O ministro Sergio Moro (Justiça) - Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

O ministro da Justiça, Sérgio Moro, foi eleito pelo jornal britânico Financial Times como uma das 50 personalidades que moldaram os anos 2010 ao redor do mundo.

Segundo a publicação, o ex-juiz federal foi "ponta de lança de uma investigação de corrupção que balançou o establishment político da América Latina", citando como desdobramentos a prisão do ex-presidente Lula e o envolvimento de quatro presidentes do Peru.

O jornal lembra que Moro se tornou ministro da Justiça do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), "uma mudança política que lançou dúvida sobre sua independência como juiz, mas que pode prepará-lo para uma corrida presidencial".

Leia também:
Greta Thunberg é a personalidade de 2019 para a revista Time
Fãs de Keanu Reeves querem o ator como personalidade do ano da revista Time


Outros atores políticos selecionados pela lista do Financial Times foram chefes de Estado como Emmanuel Macron, Angela Merkel e Vladimir Putin, ex-presidentes como Barack Obama, ativistas como Malala Yousafzai, economistas como Thomas Piketty e o políticos como Nigel Farage, um dos principais defensores do brexit.

Na lista correlata das grandes personalidades da década passada, o jornal incluiu o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Veja também

Maia vê Baleia à frente de Lira, mas admite traição de um terço do seu partido na eleição da Câmara
Congresso

Maia vê Baleia à frente de Lira, mas admite traição de um terço do seu partido na eleição da Câmara

Doria chama Bolsonaro de oportunista por surfar a Coronavac
Vacina

Doria chama Bolsonaro de oportunista por surfar a Coronavac