NE x MG pode ir à pauta de governadores com Gleisi

Gestores trabalham para arrumar seus palanques e temem risco de isolamento

Encontro dos Governadores do NordesteEncontro dos Governadores do Nordeste - Foto: Divulgação

Praticamente todos os governadores do PT que a presidente nacional da sigla, Gleisi Hoffmann, reúne amanhã estiveram, na última sexta-feira, no Palácio das Princesas. Na ocasião, além dos gestores do Nordeste, o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, chegou a jantar com o governador Paulo Câmara, assim como Wellington Dias (PI) e Rui Costa (BA), na companhia ainda do ex-govrnador Jaques Wagner. Do PT, o nome que não estava foi Tião Viana (AC). Em comum com Paulo Câmara, os governadores do Nordeste guardam as queixas em relação ao governo Michel Temer. Sobre isso, saíram alinhados do encontro e podem, após essa passagem por Pernambuco, mostrarem-se favoráveis a uma articulação que case as composições regionais no Nordeste e em Minas Gerais. Os gestores petistas podem trabalhar em cima dessa ideia junto à dirigente nacional e isso pode contribuir na evolução de um acordo entre PT e PSB. A expectativa existe nos bastidores pelo resultado da reunião, na qual Gleisi também deve reforçar o nome de Lula como Plano A do PT, afastando qualquer hipótese de plano B. Um dia antes de Paulo Câmara reunir os governadores do Nordeste, o governador do Ceará, Camilo Santana, em entrevista ao Estadão, mostrou-se convicto de que o ex-presidente Lula não conseguirá concorrer ao Planalto este ano e defendeu que seu partido apoie Ciro Gomes. Camilo argumentou que "o PT não pode apostar no isolamento suicida". O aceno a Ciro também já partiu de Jaques Wagner e de Wellington Dias, que vê no pedetista "um nome a ser tratado". A tese de apoio a Ciro também tem espaço dentro do PSB, embora o senador Humberto Costa tenha, praticamente, descartado, na última sexta, as chances de o PT apoiar outro nome que não o de Lula no 1º turno. Os governadores, no entanto, que trabalham para arrumar seus palanques, temem o risco de isolamento em função da espera pela situação de Lula e estão em alerta para que esse cenário nacional não contamine as políticas de alianças regionais.

Educação é mote entre Haddad e Paulo
Em Pernambuco, onde desembarca na próxima sexta-feira, o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, assistirá a uma apresentação, no Palácio das Princesas, sobre Educação. Haddad tem percorrido estados que considera "vitrines" para compor o plano de governo do ex-presidente Lula. A visita dele ao governador de Pernambuco deve ocorrer entre o final da tarde e início da noite.

Agendado > Após o encontro dos governadores do Nordeste, na última sexta-feira, Haddad telefonou para Paulo Câmara, como a coluna registrou no sábado, visando a marcar a reunião, que já estava nos planos, mas carecia de agenda.

Acenos > O ex-prefeito está entre os interlocutores de Lula e vem fazendo gestos no sentido de consolidar uma aliança entre PT e PSB.

Lista > Apoiado pelo candidato a deputado estadual, Manoel Jerônimo, José Fabrício Silva de Lima ficou em primeiro na eleição para defensor geral do Estado. Os três nomes mais votados seguem agora para escolha do governador Paulo Câmara.

Reverência > Por proposição do vereador Wanderson Florêncio, a Casa de José Mariano terá solenidade, hoje, às 10h, em homenagem aos 20 anos da Folha de Pernambuco, quando o presidente do Grupo EQM, Eduardo Monteiro, deve ser muito cumprimentado.

Privatização > A deputada Luciana Santos vai à mesa, hoje, com o ministro do TCU, José Múcio Monteiro, tratar da análise do edital de privatização das distribuidoras da Eletrobras. Ela aponta "afronta ao interesse social da Companhia, colocando em risco a manutenção das suas atividades diante de uma conta insanável".

Veja também

Câmara do Recife aprova projeto para dar prioridade a professores na vacinação contra Covid-19
BLOG DA FOLHA

Câmara do Recife aprova projeto para dar prioridade a professores na vacinação contra Covid-19

Alexandre Frota pede desculpas a José de Abreu e é elogiado por Haddad
Política

Alexandre Frota pede desculpas a José de Abreu; Haddad elogia