No Rio de Janeiro, 8 milhões de eleitores escolhem os prefeitos de oito cidades

No Rio disputam o cargo de prefeito, no segundo turno, os candidatos Marcelo Crivella (PRB) e Marcelo Freixo (PSOL)

Baleia Rossi, líder do partido na CâmaraBaleia Rossi, líder do partido na Câmara - Foto: Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes, está no Rio de Janeiro acompanhando as eleições na capital fluminense. No começo da manhã, ele compareceu a uma seção eleitoral instalada em uma escola na Cidade de Deus, na zona oeste da cidade, onde presenciou o início da votação.

No estado do Rio de Janeiro, cerca de 8 milhões de eleitores deverão votar até as 17h. Além da capital, estão ocorrendo votação no segundo turno em Belford Roxo, Duque de Caxias, Niterói, Nova Iguaçu, Petrópolis, São Gonçalo e Vota Redonda.

Na cidade do Rio votam quase 5 milhões eleitores em 12 mil urnas distribuídas por 97 zonas eleitorais. São 1.498 locais de votação e 11.609 seções. O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) mantém uma reserva 1.202 urnas para o caso de necessidade de substituição. No Rio disputam o cargo de prefeito, no segundo turno, os candidatos Marcelo Crivella (PRB) e Marcelo Freixo (PSOL).

O primeiro relatório sobre as eleições municipais no estado deverá ser divulgado por volta das 10h, pela diretora-geral do TRE, Adriana Brandão, que estará acompanhada do ministro Gilmar Mendes. Até o momento foi registrada uma ocorrência, em Duque de Caxias, onde cinco pessoas foram flagradas fazendo boca de urna. Elas foram apenas advertidas.

Veja também

Geraldo Pinho Alves Filho quer trazer linha de metrô para Paulista
Eleições 2020

Geraldo Pinho Alves Filho quer trazer linha de metrô para Paulista

Em Casa Amarela, João manda recado e diz que não se resolve problemas da cidade no grito
Eleições 2020

Em Casa Amarela, João manda recado e diz que não se resolve problemas da cidade no grito