Novo ministro do STF terá “perfil similar” ao de Teori, diz Padilha

O ministro Edson Fachin foi o escolhido para assumir a relatoria dos processos da Lava Jato

Teori morreu na queda de um avião em Paraty, no Rio de JaneiroTeori morreu na queda de um avião em Paraty, no Rio de Janeiro - Foto: Andressa Anholete/AFP

O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, disse nesta quinta-feira (2) que o presidente Michel Temer busca um novo ministro para o Supremo Tribunal Federal (STF) com o perfil similar ao de Teori Zavascki, que morreu em janeiro em um acidente aéreo.

Com a definição da relatoria da Operação Lava Jato no STF, a indicação do novo ministro para a Corte deve ocorrer nos próximos dias, segundo Padilha.

“O que o presidente tem nos dito é que ele está buscando um perfil o mais similar possível ao do ministro Teori. Alguém que seja profundamente técnico, discreto, altamente competente, como era o ministro Teori”, disse Padilha após a abertura do ano legislativo no Congresso.

Nesta quinta, em sorteio entre os ministros que compões a Segunda Turma do STF, o ministro Edson Fachin foi o escolhido para assumir a relatoria dos processos da Lava Jato, que estavam sob a responsabilidade de Teori.

 Ao comentar a escolha de Fachin para relatoria da Lava Jato, Padilha elogiou o ministro e disse que ele é qualificado para a tarefa. “Essa é uma questão interna do STF, mas trata-se de um ministro da mais alta qualificação. O ministro Fachin é qualificado e o governo vê com absoluta tranquilidade e confiança na competência do Supremo e do ministro.”

Citado na Lava Jato, o líder do governo no Congresso, senador Romero Jucá (PMDB-RR), também elogiou a escolha de Fachin para a relatoria. “Considero uma excelente solução. O Fachin é um homem preparado, tem uma postura de discrição, equivalente à do ministro Teori. Portanto, diria que a investigação está em ótimas mãos”, disse.

Veja também

Rede pede que Bolsonaro seja multado em R$ 500 mil sempre que falar em fraude eleitoral
POLÍTICA

Rede pede que Bolsonaro seja multado em R$ 500 mil sempre que falar em fraude eleitoral

Especialistas veem possível crime de responsabilidade e improbidade de Bolsonaro em live
Voto impresso

Especialistas veem possível crime de responsabilidade e improbidade de Bolsonaro em live