SÃO PAULO

Nunes, Tarcísio, Lula e Bolsonaro: quem vai e quem não vai na Marcha para Jesus em SP

Evento, que chega a sua 32ª edição nesta quinta, terá a presença do prefeito de São Paulo e do governador, enquanto presidente mandará representante

Tarcísio de Freitas na Marcha para Jesus de 2023 Tarcísio de Freitas na Marcha para Jesus de 2023  - Foto: Reprodução

Com a expectativa de reunir 2 milhões de pessoas nesta quinta-feira, a 32ª edição da Marcha para Jesus em São Paulo deve receber políticos que miram no eleitorado mais conservador. Prefeito e pré-candidato à reeleição na capital, Ricardo Nunes(MDB) confirmou presença, e está previsto para discursar no evento.

Aplaudido na edição do ano passado, o governador Tarcísio de Freitas(Republicanos) também confirmou presença. Assim como em 2023, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva não vai à celebração paulistana, e enviará um representante: o advogado-geral da União, Jorge Messias, que há havia representado o presidente no ano passado — e que foi vaiado ao citar o chefe do Executivo.

Presente nas edições entre 2019 e 2022, quando era presidente, Jair Bolsonaro não deve comparecer na marcha. O ministro André Mendonça, do Supremo Tribunal Federal (STF), e o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (União), também participarão da marcha e farão discursos.

Principais adversários de Nunes na corrida eleitoral, os deputados Guilherme Boulos (PSOL) e Tabata Amaral (PSB) não devem ir ao evento. Os dois, no entanto, confirmaram participação na Parada LGBTQIA+, que ocorre no domingo.

A marcha está prevista para começar às 10h da manhã na Praça da Luz, no Centro, e segue em direção à Praça Heróis da Força Expedicionária Brasileira, em Santana, na Zona Norte da capital. Na praça, ficará o palco onde haverá as apresentações musicais e os discursos dos organizadores e convidados. O prefeito e o governador devem discursar no início da tarde.

 

Segundo a organização, mais de 15 mil caravanas vindas de diversas regiões do país se inscreveram, e oito trios elétricos vão desfilar. O tema dessa edição será “Dupla Honra”, uma referência a um texto bíblico do livro de Isaías.

A Marcha Para Jesus foi inspirada em um evento do mesmo nome realizado em Londres, e foi trazida ao Brasil pela igreja Renascer em Cristo, do apóstolo Estevam Hernandes e da bispa Sônia, que detém a marca no país. O evento é realizado anualmente em São Paulo e tem apoio financeiro da prefeitura por meio da SPTuris, e faz parte do calendário oficial do país desde setembro de 2009, quando o então presidente Lula sancionou a Lei.12.025.

Veja também

TSE mantém cassação do prefeito e do vice de São Caetano do Sul por fraude nas eleções 2016
ELEIÇÕES

TSE mantém cassação do prefeito e do vice de São Caetano do Sul por fraude nas eleções 2016

Banca inglesa tenta faturar no desastre da Samarco; confira a coluna deste sábado (22)
Cláudio Humberto

Banca inglesa tenta faturar no desastre da Samarco; confira a coluna deste sábado (22)

Newsletter