O PSDB é sustentado pelo sistema que eu estou contestando, diz Álvaro Dias

Álvaro Dias é favorável a bandeiras como a continuidade da Lava Jato e fim do foro privilegiado, mas também maior armamento da população e maior rigor na segurança pública, com "providências mais rigorosas sem o risco de punições eventuais" à polícia.

Senador Álvaro Dias (PODE/PR)Senador Álvaro Dias (PODE/PR) - Foto: Zanone Fraissat /Folha de São Paulo

Em conversa com os partidos de centro que tentam disputar a Presidência da República, o senador e presidenciável Álvaro Dias (Pode-PR) descarta qualquer aliança com o PSDB ou possibilidade de se tornar vice na chapa do ex-governador paulista Geraldo Alckmin.

"O PSDB é sustentado pelo sistema que eu estou contestando", disse o paranaense nesta segunda (7) em sabatina à Folha de S.Paulo, UOL e SBT, a primeira de uma série com os presidenciáveis e pré-candidatos ao governo de São Paulo. 

Ele, que entre outros partidos já passou pelo PSDB, diz que governaria em um modelo suprapartidário e afirma que deixou a legenda por insatisfações com a forma de governança adotada pelos tucanos, com distribuição de cargos entre aluado. "É contraditório, mas eu nunca mudei de partido, porque não temos partidos no Brasil", disse.

Leia também:
Ciro Gomes diz ter pena de Gleisi Hoffmann e que PT faz burrice
Em Londres, Dilma diz que o PT não vai tirar Lula das eleições

Dias é favorável a bandeiras como a continuidade da Lava Jato e fim do foro privilegiado, mas também maior armamento da população e maior rigor na segurança pública, com "providências mais rigorosas sem o risco de punições eventuais" à polícia.

Na entrevista, ele defendeu que seja adotado um "imposto quase único" no país, com eventual retorno da extinta CPMF. Também afirmou ser a favor de uma reforma trabalhista, mas contra o modelo aprovado no governo Temer

Veja também

Barroso mantém decisão da CPI que pediu condução coercitiva de Wizard
CPI Covid

Barroso mantém decisão da CPI que pediu condução coercitiva de Wizard

Em ato com tom de campanha, no Pará, apoiador de Bolsonaro pede defesa de garimpeiros e madeireiros
Viagem presidencial

Em ato com tom de campanha, no Pará, apoiador de Bolsonaro pede defesa de garimpeiros e madeireiros