Olinda tem manifestação cultural por eleições diretas

Embalado pelo bloco "Eu acho é pouco", grupo pediu a saída do presidente Michel Temer

Ato contou com alegoria do bloco "Eu acho é pouco"Ato contou com alegoria do bloco "Eu acho é pouco" - Foto: Alfeu Tavares/Folha de Pernambuco

Cerca de três mil pessoas participaram, neste domingo (4), do evento “Não me venha com indiretas”, que pediu a saída do presidente Michel Temer e a realização de eleições diretas. A concentração ocorreu na Praça do Carmo, em Olinda.

Segurando cartazes, faixas ou com pinturas na pele com os dizeres “Fora Temer”, o grupo protestou ao som de canções de artistas como Lia de Itamaracá. O bloco “Eu acho é pouco” também participou do ato com sua alegoria de um dragão gigante, também com uma frase pedindo a saída do presidente.

O ato terminou no início da noite. Em São Paulo, neste domingo, também houve manifestações culturais pedindo eleições diretas.

Veja também

'Nós fizemos a nossa parte', diz Bolsonaro em meio à crise de falta de oxigênio em Manaus
Coronavírus

'Nós fizemos a nossa parte', diz Bolsonaro em meio à crise de falta de oxigênio em Manaus

Presidente do Senado articula ajuda para fornecimento de oxigênio em hospitais de Manaus
Coronavírus

Presidente do Senado articula ajuda para fornecimento de oxigênio em hospitais de Manaus