TSE

Pacheco defende TSE e critica "desconfiança absolutamente sem justa causa" sobre sistema eleitoral

Bolsonaro tem feito ataques reiterados às urnas eletrônicas e levantado suspeitas sobre resultado

Rodrigo PachecoRodrigo Pacheco - Foto: Pedro Gontijo/Agência Senado

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), defendeu nesta segunda-feira (27) o trabalho do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), definido por ele como "eficiente", e afirmou que a Justiça Eleitoral "não pode ser desprezada simplesmente sob uma desconfiança absolutamente sem justa causa".

A declaração é uma resposta indireta a afirmações do presidente Jair Bolsonaro e de seus aliados, que frequentemente levantam suspeitas sobre o sistema eleitoral brasileiro.

"Nós teremos eleições esse ano, as eleições acontecerão no sistema eletrônico de votação, sob a guarda do eficiente Tribunal Superior Eleitoral, que é um Justiça especializada, que custa à sociedade brasileira, e que não pode ser desprezada simplesmente sob uma desconfiança absolutamente sem justa causa", declarou Pacheco, no X Fórum Jurídico de Lisboa, em Portugal.

Para o presidente do Senado, cabe às autoridades "defender as instituições", e não "desvalorizá-las": "Nós temos, naturalmente, que defender as instituições do país, as funções a elas atribuídas pela Constituição e pelas leis infraconstitucionais, e não desvalorizá-las ou lançar qualquer tipo de suspeita nesse sentido".

Veja também

Senado aprova acúmulo de saldo de telefonia não utilizado
Serviço de telefonia

Senado aprova acúmulo de saldo de telefonia não utilizado

Bolsonaro volta a estimular armamento da população: "Comprem suas armas"
Presidente da república

Bolsonaro volta a estimular armamento da população: "Comprem suas armas"