A-A+

CPI da Covid

Para Rosário, médicos devem ter 'liberdade' para prescrever cloroquina

Ministro da Controladoria-Geral da União, Wagner RosárioMinistro da Controladoria-Geral da União, Wagner Rosário - Foto: Leopoldo Silva/Agência Senado


Para Wagner Rosário, os médicos devem ter “total liberdade” para prescrever remédios para os pacientes diagnosticados com covid-19. Questionado por Renan Calheiros (MDB-AL) especificamente sobre o uso da cloroquina, droga sem eficácia comprovada contra o coronavírus, o ministro da CGU disse que a prescrição deve ficar a critério de cada profissional da saúde.

"Mantenho minha opinião de que o médico tem total liberdade de prescrever qualquer coisa que ele ache que vai salvar o paciente. Se é um medicamento que parte da população vai querer tomar e o médico decide ministrar, está sob a liberdade de cada medico exercer sua profissão. No momento em que não existe nenhum remédio com comprovação cientifica para utilização numa pandemia, os remédios que os médicos acham naquele momento que podem trazer os melhores resultados têm que estar disponíveis para serem fornecidos", disse Wagner Rosário.

 

Veja também

Bolsonaro retorna a Pernambuco em ciclo de viagens pelo Nordeste
Visita

Bolsonaro retorna a Pernambuco em ciclo de viagens pelo Nordeste

Juiz absolve assessor de Bolsonaro acusado de fazer gesto racista no Senado
Racismo

Juiz absolve assessor de Bolsonaro acusado de fazer gesto racista no Senado