Paulo Câmara faz gesto e convida Mendonça para almoço

"Mas minha posição é de alinhamento total com o bloco de oposição", diz o democrata

Mendonça Filho, Alexandre Baldy e Paulo CâmaraMendonça Filho, Alexandre Baldy e Paulo Câmara - Foto: Hélia Scheppa/divulgação

O encontro no Palácio das Princesas, no sábado, não estava previsto. Mas o convite foi feito por Paulo Câmara após a agenda conjunta cumprida em Itamaracá. O ministro da Educação, Mendonça Filho, recepcionava o ministro das Cidades, Alexandre Baldy, que veio participar da entrega de 500 moradias do Conjunto Habitacional Ciranda da Ilha, em Itamaracá, e de mais 400 do Conjunto Habitacional Vila Brasília, em Olinda. O governador tratou de convidar os dois para almoço no Palácio das Princesas. O gesto carrega uma simbologia, uma vez que Mendonça, hoje, integra as hostes oposicionistas, estando entre os que têm mantido posicionamentos mais duros na oposição. O governador, por sua vez, já cuida de manter as pontes com o DEM, via Rodrigo Maia, presidente da Câmara Federal, que viu o PSB votar majoritariamente nele. Além de Mendonça Filho e de Baldy foram à mesa ainda os deputados federais Fernando Monteiro, Augusto Coutinho e Luciana Santos, além do presidente da Caixa Econômica Federal, Gilberto Occhi.

À coluna, Mendonça Filho observa o seguinte: "Estava em compromisso institucional com o ministro das Cidades, que veio a Pernambuco a meu convite e nós dividimos, inclusive a agenda em Itamaracá, que era Educação e Cidades, e ele tinha aceito convite para almoçar no Palácio e eu, naturalmente, tenho educação doméstica e, ao mesmo tempo, tenho dever institucional. Ele (Paulo Câmara) é governador e eu sou ministro. Mas minha posição é de alinhamento total com o bloco de oposição". Em política, os gestos guardam um peso e o governador do Estado fez um na direção do democrata.

Volta já prevista ao Palácio
No sábado ainda, Mendonça Filho informou a Paulo Câmara que pretende cumprir agenda de anúncios em Pernambuco e sugeriu fazer essas entregas no Palácio das Princesas.

Contraste > Em julho do ano passado, após cumprir agenda na abertura da Fenearte, Paulo Câmara convidou o governador Renan Filho para jantar no Palácio das Princesas junto com outros deputados e, apesar de o senador Fernando Bezerra Coelho ter integrado a comitiva, não foi chamado para o encontro, diferente da situação que envolveu Mendonça Filho sábado.

Bate e volta > Ciro Gomes desembarca no Recife, hoje, para almoço com o governador Paulo Câmara. Vem acompanhado de Carlos Lupi, presidente nacional do PDT. Presidente estadual da sigla, Wolney Queiroz também vai à mesa. Um apoio do PSB ao projeto presidencial de Ciro é o maior anseio dos pedetistas hoje. Daí a importância de Ciro passar aqui ainda que seja de bate e volta.

Túlio vai >
Ex-presidente do Iterpe, Túlio Gadêlha, exonerado na última sexta, confirmou que estará com Ciro Gomes no Palácio das Princesas. Tem uma relação próxima com o presidenciável, de quem já foi anfitrião em outras ocasiões.

Paulo que fez >
Paulo Câmara deve fazer uma apresentação para Ciro Gomes de feitos da sua gestão, vai mostrar índices e indicadores.

Dia D > O fato de Túlio Gadêlha ter soltado uma nota com seu posicionamento, ontem, dia que seria o aniversário de Leonel Brizola, gerou mal-estar no PDT. No texto, Túlio aponta como "real motivo" de sua exoneração um "ajuste partidário e eleitoreiro".

Carnaval > O Ministério Público de Contas e o TCE expediram recomendação para os prefeitos não realizarem gastos com o Carnaval, caso tenham a folha de pagamento dos servidores atrasada, inclusive o décimo terceiro. O documento aponta para risco de o gestor incorrer em "imoralidade administrativa".

Veja também

Justiça ordena bloqueio de bens de Cristiane Brasil e Pedro Fernandes
Rio de Janeiro

Justiça ordena bloqueio de bens de Cristiane Brasil e Pedro Fernandes

Charbel diz que vai dar crédito para recifense sair de palafitas e escolher onde morar
Eleições 2020

Charbel diz que vai dar crédito para recifense sair de palafitas e escolher onde morar