Vacinas

Pazuello faz reunião com embaixador da China para discutir crise das vacinas

O governo de Jair Bolsonaro tenta se reconciliar com a China, país de onde virão os insumos para a produção de vacinas, no Brasil, contra o novo coronavírus

Eduardo PazuelloEduardo Pazuello - Foto: Pedro Ladeira/Folhapress

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, se reuniu nesta quarta-feira (20) com o embaixador da China no Brasil, Yang Wanming. O encontro foi divulgado pela própria embaixada, que afirmou que ele ocorreu por vídeoconferência.

"[Os dois] conversaram sobre a cooperação antiepidêmica e de vacinas entre os 2 países", diz mensagem no Twitter, afirmando que a China "continuará unida" ao Brasil no combate à pandemia "para superar em conjunto os desafios colocados pela pandemia".

O governo de Jair Bolsonaro tenta se reconciliar com a China, país de onde virão os insumos para a produção de vacinas, no Brasil, contra o novo coronavírus. O país tem retardado o envio dos produtos.
 


Depois de dezenas de críticas disparadas no ano passado contra o país asiático por auxiliares do presidente, pelo filho dele, o deputado Eduardo Bolsonaro, pelo chanceler Ernesto Araújo e pelo próprio presidente, a administração agora busca uma reaproximação.

Veja também

Flávio Bolsonaro diz que mansão de R$ 6 milhões foi comprada com venda de imóvel no Rio
Imóvel

Flávio Bolsonaro diz que mansão de R$ 6 milhões foi comprada com venda de imóvel no Rio

STF rejeita denúncia contra parlamentares do PP
Justiça

STF rejeita denúncia contra parlamentares do PP