PCdoB cogita apoiar Maia e avalia que Freixo “isola”

Para Luciana, Freixo é caminho que isola esquerda

Luciana Santos na Rádio Folha Luciana Santos na Rádio Folha  - Foto: Folha de Pernambuco

O apoio do PSL à candidatura do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, pegou o PCdoB de surpresa. Mas os comunistas não descartam seguir apoiando o democrata. Duas variáveis pesam para isso. Uma é a capacidade dele, já aferida, de conferir autonomia ao poder legislativo e a a outra é definida pela presidente nacional do PCdoB, Luciana Santos, assim: "Ele sempre foi de cumprir compromissos, o que parece óbvio na poltica, mas nem todo mundo faz". Nos próximos dias, Luciana deve ir à mesa com Rodrigo Maia. O democrata não era o candidato original do presidente Jair Bolsonaro. "Tanto é que os próprios filhos dele têm dado inúmeras declarações...eles tentaram emplacar Alceu Moreira (MDB/RS) e acabaram desistindo. É um cara meio truculento, da bancada ruralista. Depois tentaram emplacar João campos, de Goiás, e perceberam que o acúmulo que Rodrigo Maia tinha obtido já era muito consolidado", considera Luciana. Ela conclui, então, que o Planalto terminou optando por Maia "para não ser derrotado". O apoio do PSL a Maia levou a uma necessidade de reavaliar a equação. Mas a possibilidade de unir-se ao democrata segue de pé. "Nós achamos que foi um movimento ao contrário. Não era a candidatura do desejo do governo", insiste Luciana. Desconsidera, no entanto, desde já, apoio à candidatura de Marcelo Freixo (PSOL). "Achamos que é muito difícil ela representar um base mais ampla. Aí também é um caminho que nos isola", adianta Luciana. E assinala: "A pior coisa que a esquerda pode ter, agora, é se isolar, é a pior estratégia que se pode ter é o isolamento". A outra hipótese é montar um bloco para além do já constituído com PDT e PSB, capaz de garantir presença nas comissões, autoria de proposições legislativas estratégicas e isso poderia incluir o PT e o MDB. No último domingo, Luciana trocou uma ideia com Gleisi Hoffmann por telefone. Lembra que, na Câmara, muitas vezes, as coisas acontecem "do dia para noite". As declarações foram dadas em entrevista à Rádio Folha FM 96,7.




Numa mesa só
Luciana Santos já propôs ao governador Paulo Câmara o resgate de um conselho de desenvolvimento, já adotado nos tempos de Eduardo Campos. A ideia é reunir personalidades influentes que pensam Pernambuco. "A gente vai juntar numa mesa só isso que chamo de forças vivas", adianta a comunista.

Gargalo > Luciana lembra que o referido conselho "era ATÉ presidido por Waldemar Borges". Na avaliação dela, "um dos gargalos que o governo precisa enfrentar é aumentar a capacidade de diálogo com a sociedade civil". O governador acenou positivamente.

Lira em PE >
Líder do PP na Câmara Federal, Arthur Lira jantou, no Recife, no último domingo, com o líder do PSB, Tadeu Alencar. Em pauta, a formação de um bloco que incluiria PDT, PP, PSB, PT, PCdoB, MDB. A soma poderia desestabilizar o bloco de Rodrigo Maia na corrida pela presidência da Câmara.

À mesa com... >
Presidente estadual do PSC, André Ferreira esteve na casa do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, há cerca de 15 dias. A tendência é que o PSC apoie a recondução do democrata. "Nosso compromisso é com a pauta do Brasil", avalia André.

...Maia >
Além do dirigente do PSC-PE, participaram da reunião ainda, os deputados Paulo Martins (PR), Takayama (PR) e Wladimir Garotinho, eleito pelo PRP, mas de mudança para o PSC, uma vez que o partido foi enquadrado na cláusula de barreira.

Três >
Do PSB, três nomes visam à 1ª vice-presidência da Alepe: Diogo Moraes, Simone Santana e Aglaison Victor. Outros três são cotados para a 1ª secretaria: Clodoaldo Magalhães, Isaltino Nascimento e Francismar Pontes.

Veja também

Embate por competência para investigar presidente amplia racha na Procuradoria
MINISTÉRIO PÚBLICO

Embate por competência para investigar presidente amplia racha na Procuradoria

Comando do PSL, que apoia candidato de Maia, vê debandada pró-Lira
CÂMARA

Comando do PSL, que apoia candidato de Maia, vê debandada pró-Lira