Pesquisa aponta que 56% dos juízes federais apoiam extinção do foro privilegiado

62,1% dos juízes se posicionaram contra a criação de uma vara especializada para julgar exclusivamente autoridades

Assinatura do termo de cooperação ocorreu no edifício-sede da Prefeitura da Cidade do RecifeAssinatura do termo de cooperação ocorreu no edifício-sede da Prefeitura da Cidade do Recife - Foto: Carlos Augusto/PCR

Pesquisa feita pela Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe) mostrou que 93% dos juízes são a favor de mudanças nas regras do foro privilegiado para julgamento de autoridades que cometem crimes comuns, entre elas deputados, senadores e ministros. Na mesma enquete, 56,6% se manifestaram a favor da extinção do foro, inclusive para os próprios magistrados.

Na consulta, 62,1% dos juízes se posicionaram contra a criação de uma vara especializada, em Brasília, para julgar exclusivamente autoridades. A pesquisa foi feita por meio da página da Ajufe na internet, com 595 magistrados.

Na quarta-feira (9), a Comissão de Constituição de Justiça (CCJ) do Senado iniciou análise do parecer do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) para acabar com o foro por prerrogativa de função para autoridades. Durante a reunião, um pedido de vista coletiva do parecer foi feito antes da votação da matéria, que ainda não tem data para ocorrer.

Veja também

TCU veta que governo anuncie em site que promove ilegalidade
Política

TCU veta que governo anuncie em site que promove ilegalidade

STF pressiona contra redução salarial e corte de penduricalhos
Política

STF pressiona contra redução salarial e corte de penduricalhos