PF cumpre cinco mandados de prisão no RJ por fraudes na saúde

Os desvios são de R$ 3,95 milhões

Policiais federaisPoliciais federais - Foto: Arquivo/Agência Brasil

Policiais federais cumprem nesta quinta-feira (14) cinco mandados de prisão e 25 de busca e apreensão em uma investigação sobre desvios de R$ 3,95 milhões em recursos públicos na área da saúde, no Rio de Janeiro.

A operação é feita em parceria com o Ministério Público Federal (MPF) e o Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ). Segundo o MPRJ, os valores foram repassados a uma organização social (OS) pela Secretaria de Estado de Saúde do Rio, para a administração de Unidades de Pronto Atendimento (UPAs).

Leia também:
PF investiga grupo que praticava 'golpe da cirurgia plástica' na RMR
PF investiga pagamento de propina em troca de decisões da Aneel
Ex-subsecretário-executivo de saúde do RJ é preso em operação de licitações de respiradores


De acordo com as investigações, a organização social recebeu, desde 2012, pelo menos R$ 763 milhões do Fundo Estadual de Saúde do Rio de Janeiro para a gestão das UPAs. Os valores repassados à empresa responsável pelo fornecimento de alimentação às unidades de saúde eram superfaturados, o que beneficiava os alvos da operação desta quinta.

Um ex-presidente da OS é apontado como o chefe da organização e, segundo o MPRJ, contou com a ajuda de dois subordinados e dos responsáveis pela empresa fornecedora de alimentação às unidades de saúde e de outra empresa, fornecedora de insumos hospitalares, para articular o esquema criminoso. Os mandados de prisão e de busca e apreensão foram expedidos pela 3ª Vara Criminal de Duque de Caxias.

Veja também

Gilmar manda para PGR pedidos de investigação de conduta de Braga Netto sobre eleições de 2022
Eleições 2022

Gilmar manda para PGR pedidos de investigação de conduta de Braga Netto sobre eleições de 2022

Com reforma, Bolsonaro consolida 27 trocas na Esplanada dos Ministérios em dois anos e meio
Política

Com reforma, Bolsonaro consolida 27 trocas em dois anos e meio