PF cumpre mandados de prisão por crimes eleitorais na Região dos Lagos

O objetivo é “desarticular grupos criminosos que exerciam cargos políticos ou disputavam eleições para prefeito e vereador”

Presidente da Casa, Federal também teve aumento de 80% na verba de representaçãoPresidente da Casa, Federal também teve aumento de 80% na verba de representação - Foto: Anderson stevens

Policiais federais fazem nesta terça-feira (18) uma operação para cumprir cinco mandados de prisão por suspeita de crimes eleitorais nas cidades de Saquarema e Cabo Frio, na Região dos Lagos fluminense. Segundo a Polícia Federal (PF), o objetivo é “desarticular grupos criminosos que exerciam cargos políticos ou disputavam eleições para prefeito e vereador”.

Além dos mandados de prisão, estão sendo cumpridos sete mandados de condução coercitiva, que é quando a polícia leva uma testemunha para depor na delegacia. Os mandados foram expedidos pela 62ª Zona Eleitoral (Saquarema).

De acordo com a PF, políticos ocupavam cargos públicos com base no “coronelismo”, oferecendo benefícios irregulares em troca de votos. Os suspeitos são investigados por fazer boca de urna, distribuir medicamentos e combustível e fornecer atestados médicos e receitas em um hospital da região.

Também está sendo investigado um líder religioso que teria aceitado dinheiro com a finalidade de fazer campanha durante ato religioso. A operação se chama Sufrágio Sertanejo.

Veja também

STJ adia julgamento de recursos de Flávio Bolsonaro que podem comprometer caso das 'rachadinhas'
Justiça

STJ adia julgamento de recursos de Flávio Bolsonaro que podem comprometer caso das 'rachadinhas'

Vice-Prefeita do Recife, Isabella de Roldão, articula parcerias com consulados atuantes na cidade
RECIFE

Vice-Prefeita do Recife, Isabella de Roldão, articula parcerias com consulados atuantes na cidade