PF cumpre mandados de prisão por crimes eleitorais na Região dos Lagos

O objetivo é “desarticular grupos criminosos que exerciam cargos políticos ou disputavam eleições para prefeito e vereador”

Presidente da Casa, Federal também teve aumento de 80% na verba de representaçãoPresidente da Casa, Federal também teve aumento de 80% na verba de representação - Foto: Anderson stevens

Policiais federais fazem nesta terça-feira (18) uma operação para cumprir cinco mandados de prisão por suspeita de crimes eleitorais nas cidades de Saquarema e Cabo Frio, na Região dos Lagos fluminense. Segundo a Polícia Federal (PF), o objetivo é “desarticular grupos criminosos que exerciam cargos políticos ou disputavam eleições para prefeito e vereador”.

Além dos mandados de prisão, estão sendo cumpridos sete mandados de condução coercitiva, que é quando a polícia leva uma testemunha para depor na delegacia. Os mandados foram expedidos pela 62ª Zona Eleitoral (Saquarema).

De acordo com a PF, políticos ocupavam cargos públicos com base no “coronelismo”, oferecendo benefícios irregulares em troca de votos. Os suspeitos são investigados por fazer boca de urna, distribuir medicamentos e combustível e fornecer atestados médicos e receitas em um hospital da região.

Também está sendo investigado um líder religioso que teria aceitado dinheiro com a finalidade de fazer campanha durante ato religioso. A operação se chama Sufrágio Sertanejo.

Veja também

Fux abre fórum de combate à violência contra a mulher
justiça

Fux abre fórum de combate à violência contra a mulher

Boulos diz que teve celular clonado, que estão pedindo dinheiro em seu nome e aciona Justiça
política

Boulos diz que teve celular clonado, que estão pedindo dinheiro em seu nome e aciona Justiça