PGR se manifesta contra pedido de apreensão do celular de Bolsonaro

Inquérito apura acusações de Sergio Moro sobre tentativa de interferência no comando da Polícia Federal

Presidente Jair Bolsonaro e PGR Augusto ArasPresidente Jair Bolsonaro e PGR Augusto Aras - Foto: José Cruz/Agência Brasil

O procurador-geral da República, Augusto Aras, manifestou parecer contrário nesta quinta-feira (28) ao pedido de apreensão do celular do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). A informação é da CNN Brasil. Partidos políticos pediram ao PGR na semana passada manifestação sobre notícia-crime, que foi em seguida apresentada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Celso de Mello.

O inquérito apura acusações feitas pelo ex-ministro de Justiça e Segurança Pública Sergio Moro sobre tentativa de interferência no comando da Polícia Federal. Agora, caberá a Celso de Mello avaliar se o celular deve ou não ser apreendido.

Leia também:
STF envia à PGR pedidos de depoimento e apreensão do celular de Bolsonaro
Algo muito grave acontece com nossa democracia, diz Bolsonaro após ação autorizada pelo STF


Outras informações em instantes

Veja também

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro reúnem-se em Boa Viagem para defesa do voto impresso
Eleições

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro reúnem-se em Boa Viagem para defesa do voto impresso

Em ato por voto impresso, Bolsonaro novamente coloca eleição de 2022 em dúvida
Fixação

Em ato por voto impresso, Bolsonaro novamente coloca eleição de 2022 em dúvida