PGR vê indícios de propina a Cristiane Brasil

Mandados de busca e apreensão nos endereços da deputada Cristiane Brasil foram expedidos por causa

Cristiane BrasilCristiane Brasil - Foto: Divulgação

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, pediu o cumprimento de mandados de busca e apreensão nos endereços da deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ) por causa de mensagens de celular trocadas entre ela e um dos principais investigados da Operação Registro Espúrio, o ex-coordenador de Registro Sindical do Ministério do Trabalho Renato Araújo Júnior. Há indícios, segundo a investigação, de que a congressista integrava esquema de cobrança de propina em troca da liberação de cartas sindicais.

Cristiane foi alvo da segunda fase da Operação Registro Espúrio nesta terça-feira (12). Segundo a Procuradoria-Geral da República (PGR), Araújo -alvo da primeira etapa da operação, em 30 de maio- é braço direito de Cristiane na pasta e atuaria "em conformidade com os interesses desta no exercício da função pública".

"Além de orientar o servidor em relação a como agir na análise de pedidos, há, inclusive, mensagens que tratam da cobrança de valores previamente combinados", informa a PGR.

Leia também:
Mensagens indicam propina por registro sindical, diz PF
Ministério do Trabalho suspende registros sindicais por 30 dias
Cristiane Brasil é alvo de operação contra fraudes em Ministério


Na petição enviada ao Supremo Tribunal Federal, na qual requereu os mandados, Dodge também citou mensagens de texto que fazem referência a Roberto Jefferson, presidente nacional do PTB e pai de Cristiane.

Veja também

Bolsonaro diz que China liberou insumos para produção da Coronavac no Brasil
Vacina

Bolsonaro diz que China liberou insumos para produção da Coronavac no Brasil

Jair Bolsonaro vê pressão subir e queda de apoio popular
PRESIDENTE DA REPÚBLICA

Jair Bolsonaro vê pressão subir e queda de apoio popular