Planalto faz ensaio da posse de Bolsonaro

Em um carro aberto, dois servidores públicos simularam os papéis do presidente eleito Jair Bolsonaro e da futura primeira-dama, Michelle Bolsonaro

Ensaio da posse do presidente eleito Jair BolsonaroEnsaio da posse do presidente eleito Jair Bolsonaro - Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

A Esplanada dos Ministérios, em Brasília, recebe neste domingo (23) o primeiro ensaio da posse do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL). Em um carro aberto, dois servidores públicos simularam os papéis de Bolsonaro e da futura primeira-dama, Michelle Bolsonaro. Por volta de 14h30 (horário de Brasília), um homem e uma mulher desceram a Esplanada em pé dentro do Rolls-Royce presidencial, imitando o casal. A mulher chegou a acenar para os poucos curiosos que assistiam nas laterais.

Apesar de o ensaio estar ocorrendo em um carro aberto, o futuro ministro do GSI (Gabinete de Segurança Institucional), general Augusto Heleno, disse que isso não significa que o mesmo modelo será adotado no dia 1º de janeiro.

Leia também
Lista de convidados de Bolsonaro vai de parentes a amigos de pescaria
Bolsonaro reafirma compromissos de campanha pelo Twiiter
Equipe econômica de Guedes terá nove nomes do governo Temer


"Não significa nada o carro aberto, pode ser aberto, pode ser fechado. Hoje é um primeiro ensaio, tem muita coisa ainda, muito detalhe para ser corrigido. É normal que se faça um ensaio mais próximo possível do que vai acontecer, mas tem muita coisa ainda que vai ser corrigida, pequenos detalhes", afirmou Heleno.

A previsão é que um novo ensaio aconteça na tarde do próximo domingo (30), a dois dias da posse. O futuro ministro disse que os dois eventos são uma chance para que as pessoas que estarão envolvidas na posse se conheçam melhor e se programem para o dia 1º, que ele definiu como "uma grande festa". Heleno não quis comparar a cerimônia de Jair Bolsonaro com as de outros ex-presidentes.

"Não tenho comparação com os outros, nem me interessa comparar, o que interessa é estar seguro", disse, sem saber especificar o número do efetivo que será empregado no dia. A Esplanada dos Ministérios está com acesso fechado para carros desde o início da manhã até o fim do dia, mas aberta para pedestres.

Em janeiro, porém, grades devem ser montadas para manter o público à distância.
Renata Barbosa, 41, é eleitora de Bolsonaro e decidiu parar o turismo na Esplanada para assistir à simulação. "Achei a coisa mais linda o ensaio, tudo organizado", disse. Ela veio de Fortaleza com a família e vai ficar até a posse.

O ensaio inclui as cerimônias que ocorrerão no Congresso, no Planalto e no Itamaraty, como será feito no dia da posse. Ele começou às 9h30 e deve seguir até o início da noite.

Depois de descer até o Congresso, o carro com o figurante do presidente chegou ao Planalto por volta das 16h10. Lá, simulou a subida da rampa, após a execução do hino nacional. Pouco depois, três homens passaram de bicicleta em frente ao Planalto, gritando "Lula livre".

A preocupação com manifestações contrárias e a segurança do presidente eleito são listadas como motivos para a proibição de artigos como mochilas e carrinhos de bebê durante o evento.

Veja também

Governo defende que civis sejam julgados pela Justiça Militar em caso de ofensa às Forças Armadas
Brasil

Governo defende que civis sejam julgados pela Justiça Militar em caso de ofensa às Forças Armadas

Osmar Terra publica mensagem de pesar pelas 500 mil mortes por Covid
Coronavírus

Osmar Terra publica mensagem de pesar pelas 500 mil mortes por Covid