Plenário da Câmara deve votar nesta quarta parecer sobre denúncia contra Temer

A discussão da denúncia só poderá ser iniciada quando estiverem presentes no plenário pelo menos 52 deputados

Michel Temer Michel Temer  - Foto: Mauro Pimentel/ AFP

A Câmara dos Deputados deverá votar nesta quarta-feira (2) o parecer da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), contrário à admissibilidade da denúncia contra o presidente Michel Temer pelo suposto crime de corrupção passiva. O início da sessão está marcado para as 9h e os trabalhos devem se estender por todo o dia.

Leia também:
Maioria dos deputados tucanos declara voto a favor da denúncia contra Temer
Temer comemora saques do FGTS e diz que preocupação é recuperar empregos
Temer recebe mais de 30 deputados em um dia e intensifica articulação

A discussão da denúncia só poderá ser iniciada quando estiverem presentes no plenário pelo menos 52 deputados. A votação só pode começar com a presença de 342 parlamentares. A votação será por chamada nominal, começando pelos deputados de um estado da Região Norte e, em seguida, os deputados de um estado da Região Sul.

Algumas restrições de acesso à Câmara foram estabelecidas para a sessão de hoje, entre elas a proibição da entrada de visitantes. O acesso só será permitido a deputados, ex-deputados, servidores credenciados e à imprensa credenciada para a cobertura das atividades da Câmara.

Veja também

PSOL pede que STF proíba Ministério da Saúde de distribuir cloroquina
Coronavírus

PSOL pede que STF proíba Ministério da Saúde de distribuir cloroquina

Maia marca audiência com embaixador da China para tentar resolver crise das vacinas
Política

Maia marca audiência com embaixador da China para tentar resolver crise das vacinas