Pleno do TRE reverte suspensão de guia do PT

Decisão de juíza auxiliar da propaganda foi contestada pela coligação Recife pela Democracia

Pokemon: Detetive PikachuPokemon: Detetive Pikachu - Foto: divulgação

 

Um dia após ter duas propagandas eleitorais gratuitas retiradas do ar, a defesa do candidato à Prefeitura do Recife, ex-prefeito João Paulo (PT), conseguiu reverter a desvantagem. Ontem, o pleno do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) se contrapôs à decisão em primeira instância da juíza auxiliar de propaganda, Maria Auri Ribeiro, que havia retirado os dois guias da coligação “Recife Pela Democracia”.
A magistrada havia punido a chapa do PT com suspensão de dois guias eleitorais por entender que o candidato petista descumpriu uma liminar que mandava a coligação interromper conteúdo supostamente difamatório ao prefeito Geraldo Julio (PSB), candidato à reeleição. O conteúdo em questão seria o valor gasto de mais de R$ 169 milhões em cargos sem concurso para aliados.
No entanto, o pleno entendeu que não há razoabilidade para a decisão. “Não houve descumprimento da decisão e não foi pedida a suspensão na peça dos adversários.

Deveria, no mínimo, ter uma análise de mérito para ter uma pena grave. Isso é uma crítica administrativa”, argumentou o advogado da coligação Recife Pela Democracia, Luiz Gallindo, que ingressará hoje com uma representação na tentativa de revidar o tempo perdido retirando também do ar o guia da coligação adversária.
Gallindo fundamenta na peça que a decisão da juíza causou um dano à campanha de João Paulo e o mesmo deve ser aplicado aos adversários. Em meio ao fogo cruzado no TRE, João Paulo voltou a criticar a decisão da magistrada. “A juíza deu uma sentença maior do que o pedido por nossos adversários. Foi uma posição muito incômoda e de constrangimento, inclusive, para o próprio Judiciário”, afirmou. Na reta final do primeiro turno, o petista já havia pedido a suspeição da juíza por acreditar que as decisões dela reiteradamente favoreciam ao adversário.

Pesquisa
O petista avaliou que primeira pesquisa Datafolha do segundo turno, que apresentou o atual prefeito com 47% das intenções de votos e ele, com 34%, foi positiva. “O Resultado surpreendeu muita gente, mas que estava dentro da nossa avaliação. Foi um crescimento bastante substantivo. Isso dá uma animação maior à nossa militância”, analisou.

 

Veja também

Bolsonaro diz que pediu flexibilização de restrições para entrada nos EUA para estudantes
Diplomacia

Bolsonaro diz que pediu menos restrições para entrada de estudantes nos EUA

Disputa começa a entrar na pauta do eleitor
Edmar Lyra

Disputa começa a entrar na pauta do eleitor