PMDB deve ter espaço redimensionado

O resultado do PMDB nas urnas é outro aspecto que conta a favor da sigla na reformulação da gestão

Senado abriu consultas públicas sobre temas controversosSenado abriu consultas públicas sobre temas controversos - Foto: Reprodução / Portal do Senado

A presença do governador Paulo Câmara no Encontro Regional do PMDB, realizado anteontem para traçar caminhos futuros do partido no Estado, sinaliza não só para o fortalecimento da aliança com o PSB, como também aponta para um provável redimensionamento do espaço ocupado pela sigla na administração estadual. A interlocutores, o deputado federal Jarbas Vasconcelos tem reforçado a importância da manutenção da coligação entre as duas siglas. O líder-mor da legenda em Pernambuco não entra, por enquanto, no mérito de eventuais possibilidades de nomes para formação de chapa em 2018. No Palácio das Princesas, há quem considere a hipótese de o partido, por exemplo, trocar as duas secretarias menores que ocupa - Habitação e Micro e Pequena Empresa - por uma maior e não se descarta que o novo posto possa vir a ser a pasta de Desenvolvimento Econômico, a qual, em breve, estará acéfala, dado o “aviso prévio” de Thiago Norões. O outro dado que leva a essa construção é o fato de o PSDB, no momento, adotar a seguinte opção: não estar tão perto da gestão socialista que não seja capaz de se afastar e nem tão longe que inviabilize de se aproximar. Em outras palavras, não há planos iminentes no tucanato de voltar a integrar os quadros do Governo do Estado. Não por enquanto, ao menos. E esse entendimento não passa longe do Palácio das Princesas.

O resultado do PMDB nas urnas é outro aspecto que conta a favor da sigla na reformulação da gestão

Palácio e tucanos pensando igual
Se o tucanato age como se não fosse o momento de retornar à administração Paulo Câmara, governistas, por sua vez, falam em aguardar as definições do plano nacional rumo a 2018, antes de alinhavar qualquer coisa com os tucanos por aqui. Pensam na mesma linha, cada um de seu lado. Nesse contexto, o PMDB pode encontrar ainda mais espaço para crescer.

Na ilha > A deputada federal Luciana Santos embarcou para Cuba na segunda-feira, às 5h. Chegou em Havana por volta das 20h, considerando o horário local. A comunista concedeu entrevista em cadeia nacional. Ouviu do ministro da Cultura, Roberto Freire: “Já te vi na TV”. Ele também se encontra lá para despedida de Fidel Castro.
Comitiva > Além de Freire, o ministro das Relações Exteriores, José Serra, também foi a Cuba. A deputada Jô Moraes está representando a Câmara Federal. O grupo desembarcou, por lá, ontem para marcar presença ocasião que o Estado socialista define como “uma solenidade de massas”.

Em reserva > O governador Paulo Câmara seguiu para Brasília ontem. Não tinha agenda pública, uma vez que foi ter conversas reservadas. Alguns outros governadores estavam por lá. Ainda se debate a postura do Governo Federal, que exige ajuste fiscal dos Estados.
Negoção > Governadores, sobretudo do Nordeste, Norte e Centro-Oeste, não aceitam ter que fazer o mesmo ajuste das demais unidades da Federação, as quais já foram beneficiadas na renegociação da dívida dos Estados.
Fora da... > ntegrante da oposição na Alepe, Edilson Silva foi à tribuna, ontem, queixar-se da falta de Internet, que já se estendia na Casa. “Estamos há varios dias sem poder trabalhar direito nos gabinetes por falta de internet”, protestou.
...área... > E completou: “É impossível exercer o mandato plenamente sem comunicação. Eu poderia fazer esse registro diretamente à primeira secretaria, mas quis fazer daqui, porque é inadmissível que, no centro do Recife, a Assembleia Legislativa esteja sem internet com comissionados sem poder trabalhar”.
...de cobertura > O primeiro secretário, Diogo Moraes, disse que a secretaria de Ciência e Tecnologia já estava resolvendo a questão, que atinge ainda os telefones da Casa, segundo ele.

Veja também

TCU veta que governo anuncie em site que promove ilegalidade
Política

TCU veta que governo anuncie em site que promove ilegalidade

STF pressiona contra redução salarial e corte de penduricalhos
Política

STF pressiona contra redução salarial e corte de penduricalhos