Política

[Podcast] Bolsonaro deve anunciar 13º do Bolsa Família no Nordeste ainda este mês

A informação é do deputado federal Silvio Costa Filho (PRB), que esteve reunido com o chefe do Planalto na última quinta-feira (4)

Presidente Jair BolsojnaroPresidente Jair Bolsojnaro - Foto: Marcos Corrêa/PR

Dentro de 15 dias, o Presidente da República, Jair Bolsonaro, deve anunciar o 13º do Bolsa Família em ato no Nordeste. A informação é do deputado federal Silvio Costa Filho (PRB), que esteve reunido com o chefe do Planalto na última quinta-feira (4) ao lado do presidente do seu partido, Marcos Pereira.

"Em abril ou meados de maio, isso será feito", adiantou Silvio Costa Filho em entrevista à Rádio Folha FM 96,7 nesta sexta-feira (05). Segundo o parlamentar, a intenção do presidente "é estimular o consumo, fazer o Nordeste crescer através do consumo e de investimentos públicos". O aporte no programa, promessa de campanha de Jair Bolsonaro, será de R$ 2,5 bilhões, conforme registrou o parlamentar.

A conversa passou pelo ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. Outras ações para a região devem ser contempladas ainda na área de infraestrutura.

Em Pernambuco, o 13º do Bolsa Família foi anunciado pelo governador Paulo Câmara, na última quinta-feira (4), em cerimônia no Centro de Convenções de Pernambuco.  O pagamento deve começar a ser feito em 2020 às 1.178.450 famílias que recebem o Bolsa Família no Estado. O benefício é de uma parcela adicional, de até R$ 150, pelo programa.

Os beneficiários que recebem menos de R$ 150 do Bolsa Família vão passar a receber valor equivalente, no programa 13º, ao oferecido pelo Governo Federal - por exemplo, quem recebe R$ 80 no Bolsa Família receberá R$ 80 também como décimo-terceiro. Segundo o secretário de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, Sileno Guedes, caso um anúncio do Governo Federal, não impactará na versão estadual.

Confira a entrevista na íntegra no podcast abaixo:




Veja também

Para não romper laços, 'zap da família', igrejas e empresas restringem política
Política

Para não romper laços, 'zap da família', igrejas e empresas restringem política

Partidos sugerem que Lula procure empresários e querem programa de governo enxuto
Eleições

Partidos sugerem que Lula procure empresários e querem programa de governo enxuto