Governador Paulo Câmara (PSB)
Governador Paulo Câmara (PSB)Foto: Divulgação

Carol Brito
da Editoria de Política 

O governador Paulo Câmara (PSB) defendeu que a escolha do próximo presidente do PSB deverá prezar pela unidade do partido. Ao ser questionado sobre as movimentações do vice-governador de São Paulo, Márcio França (PSB), visando a presidência da sigla, o gestor avaliou que ainda é cedo para falar da eleição e que o melhor nome é o que consiga unir a legenda.

“A solução que tiver a unidade, vai ser a solução que vamos apoiar. Queremos a unidade como construímos em todo o tempo no PSB. Com Arraes, tinha disputas, mas no final sempre a unidade prevalecia, como foi com Eduardo Campos e como foi na escolha do (atual presidente do PSB Nacional) Carlos Siqueira, também. Então, essa eleição que vai ocorrer apenas no segundo semestre, mas vamos chegar num consenso para unir todo mundo”, defendeu, após o terceiro seminário do programa Pernambuco em Ação, no sábado (25).

O gestor pernambucano já externou seu pensamento em conversas com o próprio Márcio França, que vem procurando as principais lideranças da sigla para consolidar seu nome. A candidatura do paulista, contudo, não traz conforto ao PSB de Pernambuco.

O diretório do Estado comanda a agremiação nacional desde a sua criação com Miguel Arraes e, em seguida, com Eduardo Campos. O próprio Carlos Siqueira chegou ao comando da sigla com a chancela do PSB do Estado. 

assuntos

comece o dia bem informado: