Embaixador da Argélia foi recebido pelo presidente do Grupo EQM, Eduardo Monteiro
Embaixador da Argélia foi recebido pelo presidente do Grupo EQM, Eduardo MonteiroFoto: Alfeu Tavares/Folha de Pernambuco

A ligação histórica entre Pernambuco e a Argélia motivou a visita do embaixador daquele país no Brasil, Toufik Dahmani, ao Estado, onde cumpre agenda até a próxima quinta-feira (30). O embaixador foi convidado pelo Instituto Miguel Arraes (IMA), presidido pelo advogado e escritor Antônio Campos.  O embaixador visitou a Folha de Pernambuco, na tarde desta terça-feira (28), onde falou da sua ideia de estreitar as relações entre a Argélia e Pernambuco.

A agenda cheia de Toufik Dahmani, que desembarcou no Estado ao lado do secretário Chafik Kellala, inclui uma visita à casa do ex-governador Miguel Arraes, que viveu naquele país durante o exílio, por 14 anos.

A programação continua com uma visita protocolar ao governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), e participação no lançamento do livro "Ciência e Tecnologia nos tempos do Dr. Arraes", de Ascendino Flávio Dias e Silva, que será seguido de debate com a participação de José Fernando Thomé Jucá, Antônio José Alves, Antônio Carlos Pavão e José Almir Cirilo.

Leia mais:
Livro sobre a atuação de Arraes na ciência e tecnologia é lançado na quarta-feira (29)

De acordo com Dahmani, a vinda a Pernambuco é a sua primeira como embaixador da Argélia ao Estado. "Estou aqui para aprender. Estou para ver a família Arraes e Campos, que tem muitas ligações com a Argélia, pois Miguel foi na Argélia 14 anos", explicou.

"Estou aqui também para explorar as oportunidades de negócios e cooperações particularmente entre o Estado de Pernambuco e a Argélia. Entre a Argélia e o Brasil há excelentes relações políticas, de solidariedade, de amizade e agora precisamos elevar as relações econômicas no mesmo nível das relações políticas", afirmou.

Entre os projetos para estreitar as relações, visitas ministeriais ao Brasil, que a pretensão é que sejam realizadas nos próximos meses.

Antônio Campos falou da importância da visita do embaixador: "Primeiro, trazer o embaixador da Argélia é aproximar a Argélia do Nordeste do Brasil e de Pernambuco, dando uma aproximação comercial e política. Existe uma importância econômica da Argélia para o Brasil e nós queremos aproximar do Estado”.

O embaixador Toufik Dahmani e o secretário Chafik Kellala foram recebidos na Folha de Pernambuco pelo presidente do grupo EQM, Eduardo Monteiro; e pelos diretores da Folha de Pernambuco Paulo Pugliesi (Executivo), Mariana Costa (Administrativa), Alano Vaz (Comercial) e José Américo Góis (Operacional), e a editora-chefe da Folha de Pernambuco, Patrícia Raposo.

assuntos

comece o dia bem informado: