Senador Armando Monteiro Neto (PTB)
Senador Armando Monteiro Neto (PTB)Foto: Ana Luisa Souza/Divulgação

No primeiro dia útil após as chuvas que causaram estragos em vários municípios do Estado, políticos começaram a se movimentar em busca de verba para ajudar a população das cidades. No Congresso, o senador Armando Monteiro Neto (PTB) defendeu a liberação das contas do FGTS para as vítimas das enchentes em Pernambuco. Na Assembleia Legislativa, o deputado estadual O deputado Álvaro Porto (PSD) anunciou que destinará emendas para as vítimas das enchentes.

Ao defender, no Senado, a liberação do FGTS, Armando Monteiro lembrou que a medida é possível por ato da Caixa Econômica Federal a partir da homologação, pelo Ministério da Integração Nacional, da decretação do estado de calamidade pública e de emergência em 15 municípios atingidos pelas cheias.

“Com a medida, as famílias poderiam recuperar seus imóveis e as condições mínimas de habitabilidade”, justificou. Segundo ele, a liberação do FGTS complementaria a proposta do governo estadual, que considerou louvável, de ajustar a legislação do Cartão Reforma, administrado pelo Ministério das Cidades, para incluir na linha de crédito favorecida do Cartão as vítimas das enchentes.

Emenda
Já deputado estadual Álvaro Porto (PSD) anunciou, nesta segunda-feira (29) à tarde, que R$ 500 mil das emendas de sua autoria, referentes ao ano de 2015, devem ser destinados pelo Governo do Estado ao socorro dos desabrigados pelas enchentes na Zona da Mata Sul.

Os recursos – de um total são R$ 1,4 milhão – ainda não foram liberadas pelo Executivo estadual.

"Estamos solidários com a situação dos mais de 30 mil desabrigados. Estes recursos podem ser empregados para a aquisição de água mineral, colchões, cobertores, alimentos e produtos de higiene", afirmou.

Nesta terça-feira (30), Álvaro Porto enviará ofício ao governador Paulo Câmara autorizando o encaminhamento do valor ao atendimento aos desabrigados.

assuntos

comece o dia bem informado: