A proposta de criação do Fundo de Financiamento da Democracia (FFD), que pretende destinar 2% da arrecadação líquida do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) aos partidos políticos, gerou reação do movimento Vem pra Rua. A organização, que é contrária a tal iniciativa, lançou um abaixo-assinado contra a iniciativa.

O Vem pra Rua argumenta que acredita que as campanhas políticas precisam ser mais baratas e não devem ser financiadas com dinheiro público, “já que a prática propicia a corrupção”. De acordo com informações do movimento, lançado na noite dessa segunda-feira (26), o abaixo-assinado conta com mais de 11 mil assinaturas.

Na página do movimento, o Vem pra Rua afirma que "os políticos andam bem equivocados sobre as prioridades brasileiras. Para nós, do Vem pra Rua, saúde, segurança e educação tem que vir antes das campanhas eleitorais milionárias".

assuntos

comece o dia bem informado: