Alckmin assistiu à missa na bela igreja da Madre de Deus
Alckmin assistiu à missa na bela igreja da Madre de DeusFoto: Divulgação

Após deixar o ministério das Cidades, o deputado federal Bruno Araújo (PSDB) trabalhar para reestabelecer a unidade dentro do ninho tucano. Ao lado do governador Geraldo Alckmin (PSDB), em sua visita ao Recife, neste domingo (19), Bruno defendeu o nome do correligionário para a presidência nacional do partido. Para ele, o nome capaz de “catalisar todas as forças é o do governador”.

Leia também
Alckmin recebe o apoio de Jarbas para a presidência do País
Alckmin: "Claro que queremos uma aliança com o PSB"
Alckmin defende chapa única na convenção do PSDB

Segundo o deputado, a queda de braço pela direção da sigla pode ser resolvida com a sinalização do senador Tasso Jereissati, que disputa o cargo contra o governador de Goiás, Marconi Perillo. “O único nome onde o próprio Marconi e o ex-presidente Fernando Henrique sinalizam, que parece se catalizador de todas essas forças, é o do governador Geraldo Alckmin. Eu acho que para isso acontecer precisa haver algumas outras sinalizações. Não se viu ainda uma posição do senador Tasso com relação a isso. Mas, em havendo essa confirmação, é algo que é possível de acontecer”, colocou.

assuntos

comece o dia bem informado: