Senador Humberto Costa
Senador Humberto CostaFoto: Arthur de Souza

Com pretensões de renovar o mandato no Senado Federal, o senador Humberto Costa (PT), criticou, nesta segunda-feira, 29, o palanque de oposição montado em Petrolina. No último sábado, 27, na cidade sertaneja, lideranças do PTB, PSDB e DEM se reuniram no segundo ato político contra o governo Paulo Câmara (PSB). Para o senador, que está colocado em outro plano da oposição ao Campo das Princesas, a Frente que está montada com os tucanos e Democratas "é o que há de pior da política de Pernambuco".

"São as oligarquias da época dos engenhos, da época da casa grande e senzala", disparou o senador petista durante entrevista à CBN Recife. O petista, entretanto, fez questão de ressaltar que o senador Armando Monteiro Neto (PTB) seria o único ponto fora da curva e que o petebista - antigo aliado - estaria cometendo um equívoco. "É uma direita tão empedernida, atrasada que não aceitou nem Arraes. É a nata do que sustentou a ditadura militar", avaliou Costa.

No entendimento do senador, o palanque montado não deverá ter o aval da população. "Não acho que o povo de Pernambuco vai fazer um retrocesso", disse lembrando ainda que os opositores são alinhados ao governo do presidente Michel Temer (MDB).

assuntos

comece o dia bem informado: