Michele Collins (PP) é vereadora do Recife
Michele Collins (PP) é vereadora do RecifeFoto: Flávio Japa/Folha de Pernambuco

A vereadora do Recife Michele Collins (PP) será ouvida no Ministério Público de Pernambuco (MPPE) na próxima sexta-feira (2). A escuta, marcada para às 14h, é consequência do inquérito civil instaurado pelo órgão, cuja portaria foi publicada no Diário Oficial de Pernambuco do dia 10 de fevereiro. Michele Collins deve prestar esclarecimentos acerca de uma publicação feita nas redes sociais do evento intitulado "Seminário de Intercessão em Recife", realizado em Boa Viagem, que falava em "maldição de Iemanjá lançada contra nossa terra".

Leia também:
Terreiro Axé Talabi repudia publicação de Michele Collins sobre Iemanjá
Michele Collins pede desculpas após ato contra Iemanjá
Advogados entram com representação contra Michele Collins na Câmara
MPPE instaura inquérito civil para apurar denúncias contra Michele Collins
Ato de desagravo pede a saída de Michele Collins de comissão
Povos de matrizes africanas pedem afastamento de Michele de comissão
Povos de matrizes africanas em mais uma ofensiva contra vereadora


Na ocasião, a vereadora será ouvida pelo promotor de Justiça de Defesa da Cidadania, Promoção e Defesa dos Direitos Humanos Westey Conde. Por não se tratar de uma audiência pública, a ouvida, que acontecerá na unidade da Avenida Visconde de Suassuna, não será aberta ao público.

No início do mês, Michele Collins comemorou a realização de uma "noite de intercessão no Recife", na Orla de Boa Viagem, que contou com orações "clamando e quebrando toda maldição de Iemanjá". A publicação foi feita nas redes sociais e apagadas em seguida. A comunidade do Terreiro Axé Talabi emitiu uma nota de repúdio, afirmando que a parlamentar utilizou sua página na rede social para propagar ódio.

Também foi protocolada, por dois advogados, na Comissão de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara Municipal, uma representação a respeito da mesma publicação.

Representantes de povos de matrizes africanas chegaram a realizar, durante o mês de fevereiro, atos de desagravo em Boa Viagem e em frente à Câmara Municipal. Para a próxima sexta, as lideranças ainda prometem um ato em frente ao MPPE durante a ouvida da vereadora.

assuntos

comece o dia bem informado: