Joaquim Barbosa é ex-presidente do STF
Joaquim Barbosa é ex-presidente do STFFoto: Nelson Jr./SCO/STF (01/07/2014)

O PSB só decidirá sobre a possível candidatura do ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, à Presidência da República, depois que o magistrado se filiar às hostes socialistas. Interessado no seu ingresso à legenda, o presidente do partido, Carlos Siqueira, adota como prazo de filiação a data limite para o final da janela partidária, dia 7 de abril. Mesmo após a sua adesão, a sua postulação ainda será discutida internamente com outros nomes que já integram a legenda, o que não garante que Barbosa realmente concorrerá.

O governador Paulo Câmara e o vice-governador Márcio França já conversaram com o ex-presidente do STF, que vem sendo cogitado como presidenciável pelo PSB há meses, mesmo sem ser oficialmente um socialista. Uma das conversas aconteceu no Rio de Janeiro, na presença do deputado Alessandro Molon. “Ele está convidado e nós esperamos que seja positivo. Nossa data limite é o dia 7. Mas primeiro ele se filia e depois definimos o projeto”, afirma Carlos Siqueira.

Hoje, um dos entusiastas da sua candidatura pelo partido é o deputado federal Julio Delgado (PSB-MG), que vem alertando sobre o desempenho de Barbosa nas pesquisas de intenção de voto. O deputado mineiro fala que o magistrado alcança até 12% do eleitorado, superando os 6% registrados por pesquisas registradas no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), como o Datafolha.

Nos bastidores, o interesse de Barbosa pela candidatura é dada como certo, tendo como obstáculo apenas os ruídos internos do PSB, que ainda avalia entre nomes como Aldo Rebelo ou Beto Albuquerque ou ainda deixar indefinido, abrindo espaço para alianças mais promissoras nos Estados. Vale lembrar que o governador Paulo Câmara também conversou com o ex-presidente Lula e a presidente do PT, Gleisi Hoffmann, visando estreitar os laços nos planos nacional e estadual.

assuntos

comece o dia bem informado: