Deputado Sílvio Costa (Avante)
Deputado Sílvio Costa (Avante)Foto: Câmara dos Deputados

Um dia após anunciar aliança com a vereadora do Recife Marília Arraes (PT) para a formação de chapa nas eleições de 2018, o deputado federal Silvio Costa (Avante), pré-candidato ao Senado, subiu à tribuna da Câmara Federal para discursar sobre o assunto. Na sua fala, o parlamentar afirmou que vai esperar o tempo político do PT, mas fez um apelo “aos companheiros do PT” para que se faça uma reflexão acerca da candidatura de Marília.

“Tive o privilégio de ser convidado para disputar o Senado Federal por Pernambuco pela neta de Miguel Arraes de Alencar Marília Arraes”, disse Silvio Costa.

Leia também:
Marília anuncia aliança com Silvio Costa para formação de chapa
Marília: 'Humberto não precisa do PSB para se eleger'
Humberto: Aliança entre Marília e Silvio Costa 'não muda nada'
Para Oscar, Silvio Costa é um 'cavalo de troia' e o PT 'não é a casa da mãe joana'
Dilson Peixoto: 'Silvio Costa serve ao seu senhor, que é Armando'


“Eu sei que a vereadora Marília Arraes é pré-candidata do PT. Eu não quero, evidentemente, nem tenho o direito de interferir em assuntos internos do PT. Eu sei que existe uma corrente que nacionalmente defende uma aliança com o PSB. Outra corrente defende a candidatura própria em Pernambuco”, discursou.

O deputado federal reforça que não considera legítimo e que não vai entrar em assuntos internos do PT, mas afirma que tem o sonho de ver Marília Arraes, “que está empatada nas pesquisas”. Em seguida, pede que os petistas façam uma reflexão sobre a candidatura, declara que o PT não lhe deve nada e que, quando defendeu a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) durante o processo de impeachment, “estava defendendo ali a democracia”.

Confira a íntegra do discurso de Silvio Costa:

assuntos

comece o dia bem informado: