Bruno Araújo
Bruno AraújoFoto: Rafael Furtado/Folha de Pernambuco

Após uma ameaça de racha dentro da Frente "Pernambuco Vai Mudar", seguida de acenos e, finalmente, a indicação de paz selada no grupo, o presidente estadual do PSDB de Pernambuco, deputado federal Bruno Araújo, anuncia, neste sábado participação na chapa majoritária. A coletiva de imprensa, que vai contar com as presenças dos pré-candidatos ao Governo, Armando Monteiro Neto (PTB), e ao Senado, Mendonça Filho (DEM), acontece às 10h, na sede do partido, no Derby.

Leia também:
Armando fala em “ruído” e descarta rompimento
Armando: “Não vou disputar o monopólio de Lula “
PSC e PSDB se articulam para definir vice e Senado na chapa de Armando
Armando e Bruno selam a paz, após aceno a Alckmin
Bruno é candidato ao Senado e anuncia decisão amanhã


A expectativa é de que Bruno Araújo ocupe a segunda vaga da chapa para o Senado, como trouxe. O ingresso do tucano na chapa reforça as declarações dele de que "os episódios recentes foram superados".

Entenda
Armando Monteiro Neto e Bruno Araújo começaram a se estranhar desde que o tucano se uniu ao deputado estadual André Ferreira (PSC) para costurar a formação da chapa. Ferreira chegou a indicar o seu cunhado (Fred Ferreira) para a vaga de vice do petebista, enquanto o tucano passou a cobrar sua indicação ao Senado. O senador chegou a dizer que a responsabilidade de pensar nos nomes era sua e que não iria tratar da questão pelos jornais.

Em nota, Araújo admitia a possibilidade de sair também candidato ao Governo para dar palanque ao ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB), pré-candidato ao Palácio do Planalto. Apesar dos atritos, os dois selaram a paz na última terça-feira (24).

assuntos

comece o dia bem informado: