Vice-governadora de Pernambuco, Luciana Santos (PCdoB), em entrevista à Rádio Folha.
Vice-governadora de Pernambuco, Luciana Santos (PCdoB), em entrevista à Rádio Folha.Foto: Kleyvson Santos / Folha de Pernambuco

Em entrevista ao programa Folha Política da Rádio Folha (FM 96,7), nesta segunda-feira (25), a vice-governadora Luciana Santos (PCdoB) considerou superada a disputa interna da oposição na Câmara Federal pela liderança da minoria. Apesar de setores do PSB pleitearem o posto, a liderança acabou ficando com a deputada Jandira Feghali (PCdoB). Luciana comentou ainda sobre as ações do Governo do Estado sobre políticas para as mulheres, a relaçao com a bancada feminina na Alepe, a oposição ao governo Bolsonaro, a atuação política do judiciário brasileiro, entre outros temas.

"Penso que esse é um assunto que foi superado. De fato ali se viveu uma certa disputra do espaço no nosso campo, mas isso é uma página que foi virada e a oposição está sendo articulada. A luta concreta está nos unindo em torno das questões que temos em comum. Passado o episódio da Câmara estamos unidos", disse Luciana. Segundo a vice-governadora, a reforma da Previdência e as pautas do governo de Jair Bolsonaro estão sendo combatida com unidade pela oposição.

Luciana também comentou sobre o ato em comemoração pelos 97 anos do PCdoB que acontecerá no Recife, na noite desta segunda-feira, com participação da deputada Jandira Feghali e provavelmente do governador Paulo Câmara (PSB).

Mulheres na Política - Sobre a maior participação das mulheres nos espaços de poder em Pernambuco - a atual bancada feminina da Alepe, com 10 deputadas, é a maior da história - Luciana Santos destacou a importância desse protagonismo, mas relativizou a representatividade feminina no legislativo. "Nem todas as mulheres acham que existe desigualdade. Muitas mulheres acham que esse deve ser o conceito, de submissão, no papel da mulher na sociedade", ponderou.

Encontro com deputadas - Luciana antecipou que a ex-deputada e candidata a vice-presidente na chapa de Fernando Haddad, Manuela d'Ávila (PCdoB) estará no Recife, na próxima segunda-feira (1º) para lançar um livro de refleões sobre maternidade e resistência. Ela disse que ligará pessoalmente para cada uma das deputadas estaduais da Alepe para convidar para um bate papo com Manuela sobre a política de criação de emprego para as mulheres. essa relação com a assembleia é muito importante.

Ouça a entrevista na íntegra:


comece o dia bem informado: