Presidente participa de reunião da Sudene em Pernambuco e pode passar por Petrolina
Presidente participa de reunião da Sudene em Pernambuco e pode passar por PetrolinaFoto: Mauro Pimentel / AFP

A visita de Jair Bolsonaro (PSL) a Pernambuco, na próxima sexta (24), e as recentes declarações do presidente sobre os manifestantes contrários aos cortes do MEC nas universidades e institutos federais, a quem chamou de "idiotas úteis" motivaram um ato de protesto marcado pela União Brasileira dos Estudantes e pelo Diretório Acadêmico de Pedagogia no Instituto Ricardo Brennnand, em uma das agendas do chefe do executivo federal.

"Somos a resistência do nosso povo, e queremos dizer a Bolsonaro que no Nordeste ele não se cria. Nesta sexta Feira 24 de Maio ele está com um encontro marcado no instituto Ricardo Brennand, instituto esse que por muitas vezes abarca nossos estudantes do estado de Pernambuco. Vamos todos e todas somar forças e mandar Bolsonaro de volta para os Estados Unidos, que aqui não tem vez. #NONORDESTENÃO", diz o texto de apresentação do evento no facebook. 

Em contrapartida, atos organizados por apoiadores de Bolsonaro estão agendado para o próximo domingo (26), em todo o país. Em Recife, movimentos de apoiadores de Bolsonaro convocaram uma manifestação em defesa do presidente intitulada "Diga não à velha política". O ato será na Avenida Boa Viagem, com concentração marcada para às 14h, na Padaria Boa Viagem.

"O Presidente Jair Bolsonaro precisa do nosso apoio, nas ruas, dizendo não à velha política, contra a máfia montada pelo centrão para atrapalhar o governo na aprovação das reformas necessárias para o Brasil, já que ele não cedeu as pressões de fazer o toma lá dá cá. A base do governo é o povo, então vamos juntos mostrar a força que o povo tem!", diz o texto da convocação no Facebook. A manifestação pretende protestar "contra a velha política praticada pelo centrão, em defesa do pacote anti-crime do ministro Sergio Moro, em defesa da permanência do COAF no Ministério da Justiça, em defesa das reformas econômicas do ministro Paulo Guedes e pela Aprovação da MP-870".

Wilker Cavalcanti, presidente do Liberta Pernambuco, um dos movimentos que organizam o ato no Recife, a marcha contará com apoio de diversos grupos de estudantes das universidades Federal e Rural de Pernambuco, bem como estudantes da rede publica e particular de ensino, que já estão confirmando participações através das redes sociais.

“O ato deste domingo (26) não será apenas em favor das pessoas do presidente Jair Bolsonaro e do ministro Sérgio Moro, mas também em defesa do nosso país e, principalmente, em favor de todos os brasileiros. Chega de jogo sujo, chega de roubalheira. Precisamos mostrar ao Congresso Nacional que quem manda no Brasil é o povo. Eles foram eleitos e estão lá para nos representar. Então que assim o façam”, ressalta Wilker.
  
Além do Liberta Pernambuco, outros movimentos como o Direita Pernambuco, Conservadores, PSL e PSL Jovem, entre outros, também apóiam a marcha do domingo.

comece o dia bem informado: