Doria fez "visita solidária" a Jair Bolsonaro nesta segunda
Doria fez "visita solidária" a Jair Bolsonaro nesta segundaFoto: Reprodução/Twitter

Em "visita solidária" a Jair Bolsonaro (PSL), o governador João Doria (PSDB) disse nesta segunda (11) que o presidente está confiante de que receberá alta hospitalar nesta semana e já tem planos de se encontrar na sexta (15), em Brasília, com seu ministro da Economia, Paulo Guedes, para discutir "a reforma mais importante que o país tem pela frente", a da Previdência.

Bolsonaro poderia até fechar na semana que vem o texto final sobre mudanças no regime previdenciário que será apresentado ao Congresso, segundo Doria.
Não chegaram a entrar em detalhes sobre pontos da reforma, como a idade mínima, afirmou o político tucano, que disse ter brincado sobre o status de vizinho do presidente -o Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista, fica a metros do hospital Albert Einstein.

Bolsonaro está internado no local desde o dia 27 de janeiro, após uma cirurgia para reconstruir o trânsito intestinal e retirar a bolsa de colostomia que carregava como consequência da facada que levou em setembro.

Leia também: 
Onyx diz que Bolsonaro deve receber alta médica nesta semana
Médicos reduzem dieta endovenosa de Bolsonaro
No hospital, Bolsonaro cobra solução à PF sobre ataque a faca


Doria disse que, no próximo dia 30, os chefes do Executivo dos estados se reunirão com Guedes no Fórum dos Governadores. Assunto em pauta: a reforma da Previdência.
Minutos após deixar o hospital, o tucano postou no Twitter uma foto com o presidente e afirmou ter ficado feliz por vê-lo se recuperando. Completou a mensagem com a hashtag #ForçaPresidente.

Mais cedo, o ministro Onyx Lorenzoni também havia dito que o presidente deve receber alta nos próximos dias.

No sábado (9), o mandatário iniciou uma dieta pastosa (creme de legumes com carne batidos no liquidificador, creme de pera e tomou picolé de limão), um avanço em seu quadro clínico após o diagnóstico de pneumonia. O próximo passo é ingerir sólidos.
A previsão é que Bolsonaro termine seu tratamento com antibióticos na quinta (14), mas seus médicos ainda nada disseram sobre ele sair do hospital no dia seguinte -quando, segundo Doria, ele espera encontrar Guedes.

À tarde, Bolsonaro compartilhou em suas redes sociais uma foto em que, de pijama, faz a barba. Junto, a legenda: "Hoje pela manhã. Mais uma semana. Vamos à luta! Um bom dia a todos!". O governador também contou ter ouvido Bolsonaro lamentar a morte do jornalista Ricardo Boechat.

Via redes sociais, o presidente comentou a morte de Boechat numa queda de helicóptero. "Minha solidariedade à família do profissional e colega que sempre tive muito respeito, bem como do piloto. Que Deus console a todos!"

veja também

comentários

comece o dia bem informado: