Ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, participou de reunião na Seplag, nesta quinta (23)
Ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, participou de reunião na Seplag, nesta quinta (23)Foto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

O ministro Sergio Moro, da Justiça, vai depor na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça do Senado) na próxima semana. A audiência foi marcada para a quarta-feira (19).

A data foi marcada depois de um acordo entre o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, e os líderes da oposição.

Leia também:
Lula vê promiscuidade em mensagens entre Moro e Deltan
Bolsonaro muda agenda para receber Moro e o condecora após vazamento de mensagens com Deltan
Guedes sugere que caso Moro é tentativa de prejudicar Previdência

"Ele escreveu uma carta se colocando à disposição e nós aceitamos ouvi-lo na próxima semana", diz o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP).

Moro vai falar sobre o escândalo das mensagens reveladas pelo site The Intercept Brasil. Nelas, o ex-juiz aparece dando pistas, conselhos, indicando testemunhas e até antecipando decisões para procuradores da Operação Lava Jato.

A parcialidade do julgamento dele nos casos da operação passou a ser questionada. A lei exige que o magistrado mantenha distância tanto da defesa quanto da acusação em processos de qualquer natureza.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: