ex-governador do Rio, Sergio Cabral
ex-governador do Rio, Sergio CabralFoto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O Ministério Público Federal (MPF) apresentou sua 30ª denúncia contra o ex-O governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral. A denúncia desta vez é por uma suposta prestação de informações falsas às autoridades fazendárias nas declarações do Imposto de Renda dos anos calendário 2013, 2014 e 2015.

Segundo os procuradores, a sonegação fiscal chega a R$ 10,4 milhões e caracteriza crime contra a ordem tributária.

Cabral já foi condenado 11 vezes em processos movidos pela Força Tarefa da Operação Lava Jato no Rio de Janeiro, e suas condenações superam os 200 anos. Nas decisões, o governador foi apontado como chefe de uma organização criminosa que obtinha ganhos ilícitos em contratos de diversos setores da administração estadual.

Leia também:
Sérgio Cabral é condenado pela 10ª vez e acumula penas de 216 anos de prisão
Sérgio Cabral é punido por instalar 'cinema' na cadeia


Em nota, a defesa de Sérgio Cabral diz que o ex-governador já respondeu por esses mesmos fatos "em inúmeras ações penais ajuizadas".

"A multiplicidade de denúncias viola princípios básicos do processo penal e a Constituição, além de comprometer a exata dimensão do ocorrido. Por fim, reitera estar à disposição das autoridades", diz a nota.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: