Deputado Federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP)
Deputado Federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP)Foto: Vinicius Loures/Câmara dos Deputados

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL) postou, na noite desta quarta-feira (25), uma imagem falsa para atacar a jovem ativista Greta Thunberg. A imagem mostra Greta fazendo uma refeição dentro de um trem, enquanto crianças estão do lado de fora olhando para a comida.

A publicação divulgada pelo filho do presidente Jair Bolsonaro, escolhido para ser embaixador do Brasil em Washington, é na verdade uma montagem feita a partir de postagem que a própria sueca fez em seu Instagram em janeiro deste ano.

Na mesma postagem, Eduardo compartilha ainda uma notícia relacionando Greta Thunberg ao investidor George Soros. "Vocês roubaram minha infância disse a garota financiada pela Open Society de George Soros", escreveu ele na rede.

Leia também:
Bolsonaro pretende manter Fernando Bezerra Coelho na liderança do governo
Em jantar aos brados de 'a Amazônia é nossa', Eduardo Bolsonaro diz que o pai não baixa a cabeça


O boato de que Greta seria financiada (ou mesmo neta) do húngaro-americano surgiu a partir de outra montagem realizada sobre foto da ativista com o ex-vice-presidente dos EUA Al Gore.

Confrontado pelos seguidores por compartilhar uma imagem falsa, Eduardo Bolsonaro disse que sabia e que em nenhum momento escreveu que Greta era neta de Soros. O deputado compartilhou ainda um link do portal "Estudos Nacionais", que reafirma que a menina seria financiada pelo investidor, ainda que sem apresentar provas.

Por fim, o filho do presidente publicou nesta quinta (26) uma foto de uma sátira com o discurso da menina na cúpula do clima na ONU. "Você vem até nós, os jovens, em busca de esperança. Como ousam?", criticou Greta no discurso. "Vocês roubaram meus sonhos e minha infância com suas palavras vazias, mas eu tenho sorte. Pessoas estão sofrendo, pessoas estão morrendo, ecossistemas inteiros estão entrando em colapso", disse.

#DESCULPAGRETA
A hashtag "desculpa Greta" liderou os trending topics (assuntos mais comentados) do Twitter nesta quinta (26). Como resposta às publicações do filho do presidente Jair Bolsonaro, os usuários da rede pediram desculpas à ativista.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: