Deputado federal Eduardo da Fonte (PP) solicitou a inclusão do exeme ao presidente da República
Deputado federal Eduardo da Fonte (PP) solicitou a inclusão do exeme ao presidente da RepúblicaFoto: Divulgação

O deputado federal Eduardo da Fonte (PP/PE) enviou uma solicitação ao presidente da República, Jair Bolsonaro, para que o Ministério da Saúde torne obrigatória a realização do exame de identificação da Atrofia Muscular Cerebral (AME) no Programa de Triagem Neonatal (PNTN), conhecido como Teste do Pezinho.

O deputado também solicitou que o SUS realize o diagnostico pré-natal para identificar a AME, por pedido do médico ou da própria gestante, caso haja histórico familiar da doença. Neste caso, o SUS deverá liberar o resultado do exame em até 24h após a liberação do laudo pelo laboratório. Os testes também devem fazer parte da rede particular de saúde.

“Começar o tratamento logo após o nascimento do bebê faz toda a diferença no desenvolvimento da criança. A realização do exame para diagnóstico precoce da doença é fundamental para garantir mais qualidade de vida e até reduzir a mortalidade infantil.”, declarou Eduardo da Fonte.

Confira a solicitação:

assuntos

comece o dia bem informado: