Parlamentares pernambucanos no encontro organizado pela Confederação Nacional dos Municípios
Parlamentares pernambucanos no encontro organizado pela Confederação Nacional dos MunicípiosFoto: Divulgação

Os parlamentares pernambucanos participaram do café da manhã promovido pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM), na manhã desta quarta-feira (13). O encontro, que teve o objetivo de levar as demandas dos municípios para o Congresso, contou com a participação de mais de 200 parlamentares.

Representando Pernambuco estiveram presentes os deputados federais Silvio Costa Filho, Gonzaga Patriota, Carlos Veras, André de Paula, Danilo Cabral, Fernando Monteiro, Ricardo Teobaldo, Marilia Arraes, João Campos, Túlio Gadelha, Raul Henry, Fernando Rodolfo, Augusto Coutinho e André Ferreira, além dos senadores, Jarbas Vasconcelos, Fernando Bezerra e Humberto Costa.

Os presidentes das entidades estaduais municipalistas foram juntos com técnicos da CNM ao Congresso Nacional de gabinete em gabinete. O objetivo foi convidar deputados e senadores para o café da manhã, na sede da entidade, para apresentar a pauta municipalista definida nesta terça (12) pelo Conselho Político da Confederação, com as demandas dos municípios brasileiros.

Leia também:
[Giro de Notícias] Veja as principais notícias desta quarta
Pernambuco tem 1.548 obras paralisadas, aponta TCE
Confederação Nacional dos Municípios reúne parlamentares


“O evento que a CNM está promovendo nestes dois dias está sendo histórico para o movimento municipalista”, disse o prefeito de Afogados e presidente da Amupe, José Patriota, se referindo a pauta exclusiva voltada para o Nordeste tratada ontem, durante a reunião com a presença das Associações Municipalista do Nordeste.

Conselho da CNM - Composto por 27 presidentes das entidades estaduais e a diretoria, o colegiado se reuniu na sede, em Brasília, nos dias 12 e 13, para definir ações e temas prioritários a tratar com governo federal, parlamentares e tribunais. O encontro contou ainda com visitas aos Ministérios para tratar do pacto federativo e das reformas que o país precisa – e que devem beneficiar, diretamente, a gestão municipal.

Outro assunto importante discutido foi a questão da Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei 12305/2010) – que determina obrigações para União, Estados, Municípios, setor empresarial e sociedade. Atualmente, apenas os gestores municipais são penalizados. O tratamento correto de resíduos sólidos é um dos principais gargalos da gestão municipal.

assuntos

comece o dia bem informado: