Professor promoveu evento com exibição de filme conservador e causou revolta em alguns universitários
Professor promoveu evento com exibição de filme conservador e causou revolta em alguns universitáriosFoto: Reprodução/Facebook

O clima esquentou no Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFCH) da UFPE entre alunos pró-Fernando Haddad (PT) e outros bolsonaristas, na tarde desta terça-feira (9). O tumulto começou depois que o professor de filosofia Rodrigo Jungmann reservou - a pedidos de alguns alunos - o auditório do CFCH para exibição do filme "Bonifácio -O Fundador do Brasil", que mostra a vida de José Bonifácio de Andrada e Silva. A obra tem direção de Mauro Ventura e seria baseada na "Teoria das Camadas da Personalidade", do filósofo Olavo de Carvalho.

"Cerca de 1/4 dos alunos que foram para a exibição do filme estavam vestidos com a camisa de Jair Bolsonaro e foram hostilizadas na saída por alunos de 'esquerda' ", relatou o professor, que revelou ter sofrido uma cusparada em sua direção. "Não fui atingido", contou. Depois disso, o professor contou ter sentido fome e se dirigiu à cantina do prédio, mas foi aconselhado por dois seguranças a se retirar do local. "Fui escoltado pelos dois seguranças até a minha casa. eu não queria ter voltado porque daria aula ainda nesta noite de terça (9). Os alunos estavam com raiva devido a presença de pessoas associadas ao conservadorismo no filme", contou.

Os alunos estariam xingando o professor de fascista. Alguns professores estão suspendendo as aulas desta noite de terça.

Assista aos vídeos:

Perspectiva dos alunos:



Imagem do primeiro andar:



Perspectiva do professor:

assuntos

comece o dia bem informado: