Mulher teve o corpo marcado por uma suástica no Rio Grande do Sul
Mulher teve o corpo marcado por uma suástica no Rio Grande do SulFoto: Reprodução/Facebook

Mais um caso de violência devido a radicalização de posicionamentos políticos ocorreu dentro do período eleitoral. A polarização do extremismo político mostrou uma das suas facetas mais deploráveis, na noite desta terça-feira (9), em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. Uma mulher jovem, com 19 anos, estava retornando para sua residência quando foi abordada e agredida por 3 homens. Ela vestia uma camiseta com os dizeres: "Ele Não".

O caso aconteceu no bairro Cidade Baixa. Os suspeitos teriam agredido a jovem com socos e marcado a barriga dela com riscos de canivete ao deixarem o desenho de uma suástica. A Polícia ainda não identificou os agressores e busca informações através das câmeras de segurança.

Atualização: O delegado que investiga o crime, Paulo César Jardim, afirmou na tarde desta quarta-feira (10) que o símbolo gravado na pele da jovem não se trata de uma suástica nazista. Baseado em uma fotografia da lesão, o policial disse que a inscrição é um "símbolo budista".

comece o dia bem informado: