Jarbas apoiou Geraldo Alckmin no primeiro turno das eleições de 2018
Jarbas apoiou Geraldo Alckmin no primeiro turno das eleições de 2018Foto: Anderson Stevens /Folha de Pernambuco

O deputado federal Jarbas Vasconcelos (MDB-PE), eleito senador por Pernambuco na chapa do governador Paulo Câmara (PSB), declarou nesta quarta-feira (24) apoio formal ao candidato Fernando Haddad (PT). Crítico histórico do ex-presidente Lula, o emedebista apoiou Geraldo Alckmin (PSDB) no primeiro turno das eleições.

O anúncio do apoio a Haddad foi feito por meio das redes sociais pelo senador Humberto Costa (PT). O petista informou que recebeu uma ligação de Jarbas. "Com a brilhante história de luta em defesa da democracia, Jarbas se mostra coerente com os seus princípios ao se posicionar, mais uma vez, na sua vida pública, ao lado do povo", escreveu Costa.

Leia também:
Jaques Wagner pede que Ciro Gomes declare apoio contundente a Haddad
Apoio a Haddad reúne 69 torcidas organizadas e líderes religiosos
Marina Silva declara 'voto crítico' em Fernando Haddad
Após declaração de Eduardo Bolsonaro sobre STF, Eymael acena a Haddad


A assessoria de imprensa do emedebista confirmou a declaração de apoio formal a Haddad. O político não concedeu entrevista. Jarbas tem um histórico de discursos duros contra o ex-presidente Lula. Em 2010, chegou a classificar o líder petista como chefe de uma facção. Em setembro de 2015, durante encontro com empresários pernambucanos, disse que seria uma cena bonita ver Lula sendo preso.

"Vocês têm dúvida de que Lula vai ser preso na Lava Jato? Vai ser uma cena bonita ele caminhando para Curitiba, uma cena normal", afirmou, na época. Durante a campanha eleitoral neste ano, mudou o tom. Até apareceu em fotos com a bandeira do PT e fazendo o "L" de "Lula livre".

veja também

comentários

comece o dia bem informado: