Fogo Cruzado

Inaldo Sampaio

ver colunas anteriores
Inaldo Sampaio
Inaldo SampaioFoto: Colunista

O senador Humberto Costa dá como certa a vitória do seu grupo na reunião do PT no próximo dia 10 para decidir se o partido terá ou não candidato próprio ao governo estadual. O senador tem conhecimento de que a militância sindical do partido torce por Marília Arraes. Mas tem o controle da burocracia partidária, especialmente depois que o ex-prefeito João Paulo deixou o partido. Sendo assim, teria a maioria dos cerca de 300 delegados que irão decidir esta parada, o que lhe daria o direito de disputar a reeleição na chapa da Frente Popular. Sem Marília na disputa, a esperança de segundo turno estará nas mãos do ex-prefeito de Petrolina, Julio Lossio, filiado à Rede de Marina Silva. Se ele obtiver pelo menos 10% dos votos dos eleitores que não querem votar em Paulo Câmara nem no senador Armando Monteiro, que são os dois principais competidores, pode levar a disputa ao segundo turno. O problema é que o partido de Lossio terá um tempo ínfimo de TV. Não tem sequer cinco representantes na Câmara Federal, o que vai deixar a própria Marina fora dos debates de televisão. Óbvio que se fala aqui sobre um cenário hipotético porque a derrota de Marília Arraes no cartório do PT ainda não se consumou. E, com ela no páreo, é grande a probabilidade de haver segundo turno. Sem ela só o ex-prefeito de Petrolina e sua bandeira “Pernambuco pode mais” pode garantir essa façanha.

A presença de Caruaru
O ex-prefeito de Caruaru, José Queiroz (PDT), está muito animado com a possibilidade de ser um dos candidatos a senador na chapa da Frente Popular. Ele crê que Paulo Câmara seguirá o mesmo exemplo de Miguel Arraes e Eduardo Campos, que venceram a disputa pelo governo estadual com um caruaruense na chapa, Jorge Gomes e João Lyra Neto, respectivamente.

Quem sairá? > Queiroz (PDT) já fez a parte dele para a hipótese de ser convidado a disputar uma vaga de senador. Reconciliou-se com o deputado Tony Gel (MDB) e está entendido com o grupo político da deputada Laura Gomes (PSB). O problema é que, para ser candidato a senador, Paulo Câmara terá que “rifar” Jarbas Vasconcelos (MDB) ou Humberto Costa (PT).

São João > O prefeito de Carpina, Manoel Botafogo (PDT), anunciará esta semana a programação junina do município, que tradicionalmente é uma das maiores de Pernambuco. Ele promete fazer uma festa com o mesmo brilho da do ano anterior, porém com menos custos.

Quero grana > O deputado Antonio Moraes (PP) disparou mensagens para os amigos lembrando que nas eleições deste ano não será permitido financiamento empresarial. Logo, diz ele, qualquer contribuição que chegar será bem vinda para bancar os gastos de sua campanha.

Força-tarefa > O PSB começa a entrar em campo esta semana para tentar garantir a reeleição de três deputados que estão na lista dos mais corretos e leais do partido: Isaltino Nascimento, Laura Gomes e Waldemar Borges. Todos precisam de uma “quota-extra” de votos, e deverão ter.

Vai com quem? > Pelo menos uma dúvida atormentará o ex-presidente Lula nessas eleições: quem será o candidato dele a senador em Pernambuco - Sílvio Costa (Avante) ou Humberto Costa (PT)? Sílvio tem crédito com o ex-presidente e já se lançou como “o senador de Lula”.

veja também

comentários

colabore com a folha

comece o dia bem informado: