Folha Política

Renata Bezerra de Melo

ver colunas anteriores
André de Paula é deputado federal reeleito pelo PSD
André de Paula é deputado federal reeleito pelo PSDFoto: Paullo Allmeida/Folha de Pernambuco

 

Presidente do PSD em Pernambuco e líder da sigla na Câmara Federal, o deputado federal André de Paula define como "fundamental" o papel do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, na articulação da Reforma da Previdência. Foi o democrata que reuniu os líderes, na última quarta-feira (13), para debater o tema com o ministro Paulo Guedes. André estava entre os presentes ao encontro e admite que a postura de alguns governadores na condução desse assunto "causa desconforto" em parlamentares.
"O que alguns deputados reclamam? É que muitos governadores, na frente do ministro Paulo Guedes, choram todas as lamentações, montam situação, cobram que o Governo Federal ajude os governos estaduais, mas naquilo que é fundamental, que é Reforma da Previdência, as bancadas dos seus partidos vão para rua e, não apenas votam contra, como falam mal de quem vota a favor", relata André de Paula.
À coluna, o deputado federal Daniel Coelho, líder do PPS, já havia falado em "demagogia", assim como Augusto Coutinho também já recorrera ao mesmo termo ao se referir, em entrevista à Rádio Folha FM 96,7, à forma como governadores tem se comportado em relação à matéria. A percepção do governo é de que, no privado, governadores dizem que apoiam a reforma. Em público, fazem demagogia.
André de Paula resume: "Isso causa um certo desconforto em alguns parlamentares, que querem votar na matéria, que querem ajudar o Brasil, que buscam melhoria do País, a volta do crescimento econômico, do pleno emprego, da capacidade de investir". E arremata: "É isso que incomoda, é isso que faz alguns parlamentares chamarem essa ação (dos governadores) de oportunista".
André de Paula falou em entrevista à Rádio Folha FM 96,7. A entrevista na íntegra pode ser conferida no podcast abaixo:

 

veja também

comentários

comece o dia bem informado: