Folha Política

Renata Bezerra de Melo

ver colunas anteriores
Túlio Gadêlha
Túlio GadêlhaFoto: Reila Maria/Câmara dos Deputados

O martelo ainda vai ser batido sobre a data do ato, mas o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, adiantou que vem ao Recife, em dezembro, lançar a pré-candidatura do deputado federal Túlio Gadêlha à Prefeitura da Capital. Falta só bater o martelo na data, segundo Lupi adiantou, ontem, em entrevista à Rádio Folha FM 96,7. Túlio, por sua vez, tem dito que é muito cedo para falar de eleição, mas, à coluna, pondera: "Ele (Carlos Lupi) e o partido como um todo tem ganhado confiança no nosso trabalho. Acho que tudo isso se soma".

Na sequência, o deputado sublinha o seguinte: "Nosso mandato foi eleito pelo Congresso em Foco como o mais bem avaliado do Nordeste. Acho que tudo isso se soma". Lupi não arrodeia e assegurou assim: "Túlio vai ser nosso candidato a prefeito do Recife e nós já vamos começar a trabalhar sua pré-candidatura em dezembro". Indagado sobre a data do ato, disse que ficou de conversar com o parlamentar. "Fiquei de conversar hoje (ontem) ainda ou essa semana com Túlio para fechar a data. Mas, com certeza, será em dezembro ainda", assinalou o dirigente nacional. Como Lupi, Túlio vincula os planos ao projeto nacional de Ciro Gomes e traça: "Nossa meta, agora, é tirar a poeira do PDT de Pernambuco e abrir as portas para toda esse pessoal que acreditou no projeto apresentado por Ciro Gomes em 2018". Túlio acrescenta: "É democratizar os espaços, renovar os quadros, ter uma direção eleita pelos filiados e mostrar que o PDT é um partido que não tem dono".

 

"Não há dissidência", diz Lupi

Carlos Lupi faz questão de grifar que não há imbróglio com o presidente estadual do PDT-PE, Wolney Queiroz, sobre o projeto majoritário de Túlio Gadêlha. "Em primeiro lugar, não há dissidência. O deputado Wolney antes de ter relações boas com Paulo (Câmara), com Geraldo (Julio), que eu também tenho, ele é meu amigo há mais de 30 anos, é presidente estadual do partido em Pernambuco, é uma pessoa com quem eu tenho relação de irmandade", argumenta.

Diretriz > Carlos Lupi prossegue: "Então, tudo que a gente está fazendo é conversado com ele (Wolney). Isso é uma diretriz nacional, ele participou da reunião, ele sabe disso".
Autossuficiência > Lupi lembra que o pleito do Recife se dá em dois turnos e realça: "Gente que imagina decidir no 1º turno está sendo um pouco autossuficiente demais. Temos que manter boa relação para, no 2º turno, poder ter reciprocidade e um ou outro que estiver, poder apoiar".
Com certeza > Ainda segundo o presidente nacional do PDT, o partido terá candidaturas "com certeza" em Jaboatão, Caruaru, Paulista e Olinda. Em Paulista, "Fábio Barros (presidente da Câmara de Vereadores) já esta confirmado, está se filiando ao partido, vai ser nosso candidato a prefeito", garante Lupi.
Pulga atrás... > Diante do silêncio nos últimos dias sobre a instalação da CPI do Vazamento de Óleo, pessoas próximas ao deputado federal João Campos que acompanham o processo têm questionado se não há "preconceito com o Nordeste".
...da orelha > “Se o derramamento não tivesse a dimensão de 2.700 quilômetros, alcançando mais de 120 cidades e mais de 300 praias, mas tivesse atingido Copacabana, Leblon e Ipanema, será que tinha sido instalada a CPI?”, indaga um parlamentar em reserva.
Frustração > Paulo Câmara não escondeu a frustração com o resultado do leilão da cessão onerosa. Registrou que os recursos que chegarão serão da "ordem de 50% a menos", que isso "preocupa porque havia uma confiança em relação a isso que não se concretizou" e que "mais uma vez vamos ter que nos reprogramar".

veja também

comentários

comece o dia bem informado: